segunda-feira, março 13, 2017

Bloqueio Emocional


Sendo que o átomo tem 99,9999% de energia e 0,0001% de matéria, e nós somos feitos de átomos, isto só quer dizer que a proporção de energia que carregamos é imensa. Ponto. Até aqui é pacífico. Provado. A Física quântica não me deixa mentir.

E como somos energia, somos um campo vibratório. É esse campo vibratório o responsável pela expressão que uso sempre, “nós atraímos uma situação”. Para ilustrar melhor, costumo ensinar aos meus alunos que cada um de nós tem um íman no peito. Se conseguirmos relacionar-nos com as nossas emoções, fazer os lutos respetivos e ter o peito sempre aberto, o nosso íman será leve, com uma frequência vibratória elevada. Iremos emanar uma frequência alta e consequentemente atrair situações leves, tranquilas, enfim, de Luz.

Em contrapartida, se não nos relacionarmos com as nossas emoções, se não ficarmos tristes com as situações tristes, se não fizermos os nossos lutos, se não ficarmos em dia com as nossas emoções, iremos tapar as nossas dores com uma espécie de rolha energética, e iremos criar um bloqueio emocional. E esse bloqueio vai fazer com que o nosso campo vibratório seja muito denso, muito baixo, e vamos acabar por emanar essa energia. Vamos irritar-nos com facilidade, vamos ser conflituosos por raiva ou omissos por medo, vamos alimentar emoções negativas. E como o nosso íman tem um poder de atração poderoso, vamos atrair situações com energia semelhante. Vamos atrair situações para desfazer o bloqueio emocional.

Por isso, se eu tenho medo e não encaro o meu medo, vou atrair uma situação de maior medo ainda. A situação que eu vou atrair é um bocadinho maior do que o tamanho do bloqueio para poder desfazê-lo e libertá-lo. Mas o ser humano, como não sabe nada disto, muitas das vezes, por medo de enfrentar a dor, ainda bloqueia mais.

Para poder realmente desfazer o bloqueio emocional, eu vou ter que entender este processo. Eu vou ter que entender que quanto mais eu me fragilizo, quanto mais eu me relaciono com as minhas emoções, quanto mais eu choro os meus lutos, mais desbloqueio e evoluo.

Até porque quem não chora também não ri. Se eu não consigo desbloquear as minhas dores antigas, também não consigo rir, também não consigo ficar feliz.

Quanto mais eu tratar das minhas emoções mais trato da minha frequência vibratória, por conseguinte mais trato do que estou a emanar, por conseguinte estou a tratar de todas as circunstâncias que vou atrair durante a minha vida.

Como diz Jesus,

– Deixa doer, para passar depressa.


in "Conexão - O que Jesus me ensinou" 
de Alexandra Solnado
 

Fonte: Newsletter Alexandra Solnado https://www.alexandrasolnado.com

quinta-feira, março 09, 2017

La décision qui va changer votre vie - vidéo d'inspiration


Video inspiracional fantástico em francês. Quem não entenda francês há possibilidade de mudar as legendas para inglês.