quinta-feira, fevereiro 28, 2013

Rituais e Simpatias


Patuá para livrar-se das dívidas


Se você está com problemas financeiros, esta simpatia vai ajudá-lo a atrair mais dinheiro e prosperidade e a acabar de vez com suas dívidas.


Acenda uma vela amarela sobre um pires e coloque ao lado dela uma moeda de qualquer valor.

Enquanto a vela queima, faça uma prece a seu anjo-da-guarda e à Santa Edwiges, pedindo que lhe ajudem a encontrar o caminho para quitar todas as suas dívidas.

Quando a vela terminar de queimar, embrulhe a moeda e o que restou da vela em um pedaço de tecido amarelo e passe a carregar esse embrulho sempre com você, como um talismã.

Banho mágico para livrar-se das dívidas





Se você está em dificuldades para pagar suas dívidas financeiras, o seguinte ritual pode ajudá-lo a obter o dinheiro necessário e ainda conseguir a melhor negociação para se livrar definitivamente desse problema.


Retire uma rosa vermelha de um jardim e guarde uma de suas pétalas dentro de um livro.

As outras pétalas devem ser fervidas em dois litros de água.

Deixe o preparado amornar e, após tomar seu banho de costume, despeje a água de rosas em seu corpo, do pescoço para baixo.

Espere seu corpo secar naturalmente e depois vista uma peça de roupa branca ou amarela.

Assim que conseguir pagar suas dívidas, pegue a pétala que guardou dentro do livro e queime-a, lançando as cinzas ao vento.
Banho mágico para prosperidade








Ferva uma caneca de água com um punhado de erva-doce, três pedaços de canela em pau, três cravos e uma noz moscada.

Depois, coe retirando os ingredientes sólidos e devolvendo-os à terra.

Tome um banho normal e, depois, jogue a água da fervura sobre seu corpo, do pescoço para baixo. Repita esse banho de sete em sete dias, até achar que seus negócios já estão andando bem.

Ritual da prosperidade para nunca faltar dinheiro





Este ritual deve ser inciado durante a Lua Crescente para atrair abundância e espantar para longe toda falta de dinheiro.


Pegue uma rosa amarela e tire suas pétalas.


Em seguida, pegue uma nota de dinheiro, de qualquer valor.

Coloque as pétalas sobre a nota e enrole-a, formando um tubinho ou dobrando-a em várias partes, de modo que as pétalas fiquem dentro dela.

Amarre com uma fita amarela ou dourada e guarde no armário de sua casa.

Repita esse procedimento durante três Luas Crescentes consecutivas.

Na quarta Lua, pegue o dinheiro e compre pão para você e sua família.

Ferva as pétalas de rosas como se estivesse preparando um chá e tome um banho com essa infusão, despejando-a em seu corpo, do pescoço para baixo.



Banho da prosperidade






Para atrair prosperidade, prepare este banho especial uma vez por semana, ao longo de um mês.

Em uma panela, coloque dois litros de água mineral, doze folhas de louro, três pedaços de canela em casca e três cravos-da-índia.
Deixe ferver até reduzir a água pela metade.

Então, tampe a panela e espere esfriar.

Após seu banho habitual, enxágue-se com essa infusão, despejando-a em seu corpo, do pescoço para baixo.
Poção para atrair dinheiro e prosperidade



Essa é uma poção muito simples que deve ser feita para melhorar sua situação financeira.

Deve ser realizada na noite de um dos três primeiros dias de Lua Cheia.


Você vai precisar de:

* 1/2 litro de água mineral
* Corante verde
* Oito moedas do mesmo valor
* Essência de madeira do Oriente
* Uma folha de fortuna
* Três velas verdes
* Um incenso de canela


Como fazer:

Comece pregando a folha da fortuna na porta de sua casa.

Quando ela já estiver cheia de novas folhas (a folha de fortuna se multiplica), prepare a poção.

Acenda o incenso e as velas verdes em triângulo.

Numa tigela, coloque as moedas e acrescente a água, dizendo:


"Assim como a água do rio, o dinheiro flui na minha vida.

Assim como a chuva cai do céu, o dinheiro se multiplica no meu bolso."

Acrescente oito gotas de essência e oito gotas de corante.

Em seguida, coloque a folha de fortuna no meio e, com as mãos sobre a poção, diga o seguinte encantamento:

"Vou ganhar muito dinheiro
Pois para mim ele vem hoje e manhã
Vem correndo, vem ligeiro,
Vem voando, de tarde, de noite e de manhã.
E com meu trabalho e minha sorte
Elimino minhas dívidas
Nelas dou um corte.
Minha sorte muda para melhor
Com essa poção de riqueza.
Agradeço as bruxinhas pela presteza
Pois vieram me ajudar
Para esta poção encantar!
Que se faça em luz e graça
Assim seja, assim se faça!"

Mantenha a poção no mesmo lugar até que as velas se apaguem, e então coloque-a num frasco de perfume.

Retire a folha e devolva-a para um jardim, agradecendo por sua ajuda.

As sete moedas devem ser gastas em algo que lhe dê prazer.

Como usar:

A poção pode ser usada como um perfume, passada nas mãos, ou então passada com um pano no batente da porta, na carteira ou na mesa de trabalho.

Repita essa operação em todas as Luas Cheias.

Patuá encantado para a prosperidade



Este patuá é uma maneira simples de atrair riqueza, dinheiro e prosperidade em todas as suas formas para sua vida.

Confeccione um saquinho de tecido de qualquer cor, exceto a cor preta.

Coloque 9 folhas de louro dentro do saquinho e feche-o em seguida.
Carregue o patuá sempre com você, ou dedique a ele um lugar de destaque na sua casa, pendurando-o em alguma parede ou atrás da porta.

http://magiadobem.blogspot.com.br
Fonte: http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2013/02/rituais-e-simpatias.html

quarta-feira, fevereiro 27, 2013

ACEITAÇÃO AO INVÉS DA RESISTÊNCIA: ENCONTRE PAZ INTERIOR SURFANDO OS ABALOS DA VIDA

A vida não é uma linha reta em direção a tudo quanto desejamos e nos faz sentir bem. Por vezes, é como uma estrada bem sinuosa, cheia de buracos, obstáculos e imponderáveis. Inevitavelmente as dificuldades que enfrentamos ao longo da vida causam-nos dissabores, e com isso dor emocional. No extremo mais adverso, ficamos deprimidos, desesperançados e ressentidos, retirando-nos paz de espírito. Quando surgem situações difíceis na nossa vida que geram perda de algo ou de alguém, compreender e aceitar a inevitabilidade da situação é um passo importante a ser dado para surfar equilibradamente o turbilhão de problemas associados ao acontecimento negativo. Por vezes, ser humano é uma tarefa árdua que nos coloca à prova. A exigência emocional de alguns acontecimentos traumáticos e angustiantes desafiam a nossa capacidade de adaptação e aceitação.

A aceitação não tem a ver com baixar os braços perante os acontecimentos, ou passivamente continuar a levar a vida em frente como se nada de terrível tivesse acontecido. Nada disso. A aceitação deve ser compreendida como o encarar a realidade dos fatos, tal como eles acontecem e são impostos pela condição da vida humana. É igualmente importante  ganhar a noção que desejar uma vida completamente estável, sem mudanças e imponderáveis, sem desafios e experiências significativas, é a antítese da própria vida. Este tipo de perspetiva mina os esforços para obtenção de equilíbrio emocional. E, o equilíbrio emocional advém de saber experienciar o impacto das emoções de forma assertiva com a realidade do momento.

Dica: Para enfrentar as tempestades da vida importa aceitar as lições que retiramos da própria vida. Através deste processo, podemos aprender a estar em paz com as ondas emocionais inevitáveis causadas pelo fato de estarmos vivos.

A vida é de extremos, por vezes é bipolar, e movida por opostos, por experiências antagónicas, permitindo-nos experimentar as delícias do amor e as amarguras do desgosto. Estamos fisiologicamente equipados para suportar as lutas e as dificuldades. Estamos igualmente emocionalmente equipados para desfrutar do amor e do sucesso. Estamos aqui para vivermos picos de alegria, e depois, por vezes, vivermos a experiência de dor. Nós estamos aqui para sentir o que é ser-se humano. Aprofundei este assunto no artigo: 007 Permissão para ser humano.



 SER HUMANO ENVOLVE TANTO DOR COMO ALEGRIA E AMOR
Como poderíamos saber o que é o frio se não experimentássemos o calor? Como poderíamos valorizar a alegria se não soubéssemos o que é a tristeza? O caminho que dista entre os opostos é o terreno fértil da nossa aprendizagem, e como tal, não há como fugir-lhe. Em determinado momento das nossas vidas os opostos irão fazer-se sentir e farão sentido.  Não acredito que de forma saudável consigamos deixar de nos preocupar até determinado ponto, ou que consigamos não ficar abalados pelos momentos de adversidade nas nossas vidas. O abalo, a deceção, a tristeza, a angústia são tudo formas de dor emocional , e sentir isso representa a nossa condição humana. No entanto, o que pode abrandar, diminuir e apaziguar a dor emocional, o sofrimento e a angústia, é saber que isso é uma condição da vida, e como tal, saber aceitar permite enfrentar  a natureza dos acontecimentos difíceis com paz de espírito. Com a noção de que se está a viver algo que faz parte da própria vida, e que todas as forças e recursos serão melhor aplicados na minimização dos danos causados, ou se possível no crescimento pós-traumático.

Dica: É importante lembrar-se de aceitar o fato de que o ser humano sente tanto a dor como a alegria e o amor.

Aceitar os abalos e a dor, nada tem a ver com gostar, mas sim com a ideia de encarar de frente a realidade dos acontecimentos, para que possa ficar numa posição mais capacitadora na procura de soluções. Abra a sua mente. Aceitar e focar-se na sua dor é igualmente sinónimo de olhar as suas dificuldades atuais por uma perspetiva positiva. Permita-se aceitar a sua situação atual. Investigue as suas dificuldades, e esforce-se para buscar o seu propósito de vida. Olhe profundamente para os acontecimentos negativos recorrentes na sua vida e de que forma emerge a sua frustração, qual a sua raiz e quanto contribui na ampliação do seu fardo. Até que a aceitação aconteça, a recorrência do sofrimento desmedido vai continuar.

Leia: Sofrimento, será que você se transformou numa pessoa sofredora?


Assim que você entenda que é importante abandonar o sofrimento quando este é prejudicial, uma transformação positiva toma lugar. Você vai perceber que apesar dos acontecimentos de impacto negativo continuarem a fazer disparar sentimentos negativos, estes não têm necessariamente de ser emocionalmente catastróficos. Você assume um determinado controle sobre a reação aos acontecimentos de natureza dolorosa. Você é a pessoa que decide o que sente relativamente ao que lhe acontece. E, se assim for, a sua dor emocional estará sempre enquadrada com o respetivo significado que o acontecimento tem para você. É você que decide sentir o sofrimento emocional, quando percebe que se justifica e que está ligado a um determinado significado atribuído. É um sofrimento consciente, justificado e em paz de espírito. Para aprofundar o assunto, leia: A verdadeira força está em compreender e aceitar a dor emocional.

Para refletir: Partindo da ideia descrita anteriormente, quando a pessoa aprende a surfar os abalos da vida, quando os sente, quando os enquadra e aceita, o fardo torna-se mais suportável e o coração é invadido por um forte sentimento de paz interior.

Fonte: http://www.escolapsicologia.com/aceitacao-ao-inves-da-resistencia-encontre-paz-interior-surfando-os-abalos-da-vida/

terça-feira, fevereiro 26, 2013

BANHOS PARA:


BANHO DE DESCARGA

Sete colheres de sopa de sal grosso, quinze galhos de guiné, sete galhos de hortelã e sete galhos de mangericão.
Cozinhar em dois litros de água por dez minutos, deixar esfriar e tomar o banho normal e depois tomar o banho das ervas coado da cabeça aos pés e não se secar.
Após o banho acender uma vela branca comum para o anjo da guarda e defumador sete ervas espirituais.
Vestir uma roupa clara.
Dia dos banhos: segunda, quarta e sexta.
Repetir este banho por vinte e uma vezes.

BANHO DE ABRE CAMINHO

Uma caixa da erva abre caminho(dividir para três banhos), sete folhas de louro, sete colheres de sopa da erva alfazema.
Cozinhar em dois litros de água por dez minutos, deixar esfriar e tomar o banho normal e depois tomar o banho das ervas coado da cabeça aos pés e não se secar.
Após o banho acender uma vela branca comum para o anjo da guarda e defumador de abre caminho.
Vestir uma roupa clara.
Dia dos banhos: segunda, quarta e sexta.
Repetir este banho por vinte e uma vezes.


ARRUMAR EMPREGO: MENTALIZAR ONDE QUER TRABALHAR.

UMA CAIXA DA ERVA ABRE-CAMINHO FERVIDA POR DEZ MINUTOS EM DOIS LITROS DE ÁGUA.
AO LEVANTAR FERVURA TAMPAR E DEIXAR ESFRIAR POR CONTA DA NATUREZA.
AO ESFRIAR CHEGANDO A TEMPERATURA AMBIENTE, ACRESCENTAR TRINTA E SETE GOTAS DA ESSÊNCIA DE ALECRIM.
TOMAR O SEU BANHO NORMAL E DEPOIS TOMAR ESTE BANHO DA CABEÇA AOS PÉS, SINTONIZANDO COM SEU ANJO DA GUARDA.
ACENDER UMA VELA EM LUGAR SEGURO PEDINDO PROTEÇÃO.
FAZER ESSE BANHO POR SETE DIAS SEGUIDOS.
BOA SORTE!!

PARA ARRANJAR NAMORADO:

ESSÊNCIA DE ILANGUE-ILANGUE 27 GOTAS PARA DOIS LITROS DE ÁGUA, TRÊS ROSAS VERMELHAS(MASSERA NAS MÃOS)COLOCAR EM LOCAL ABETO PARA PASSAR A NOITE PARA SERENAR.
NO DIA SEGUINTE, TOMAR SEU BANHO NORMAL E DEPOIS TOMAR ESTE BANHO DA CABEÇA AOS PÉS, PENSANDO NO QUE VOCÊ QUER, QUEM É E COMO É A PESSOA QUE DESEJA PARA SER FELIZ.

PARA TIRAR TRISTEZA:

BANHO DE MARGARIDA, VINTE E SETE UNIDADES, COZINHAR COM TRÊS COLHERES DE MEL ROSADO.
TOMAR BANHO NORMAL E DEPOIS TOMAR ESTE BANHO POR TRÊS DIAS SEGUIDOS DURANTE A LUA MINGUANTE, QUE A TRISTEZA VAI EMBORA.

BANHO PARA FECHAR O CORPO:

TRÊS PEDRAS DE CARVÃO VEGETAL, DE APROXIMADAMENTE VINTE CENTÍMETROS, COZINHAR POR DEZ MINUTOS, RETIRAR DO FOGO E DEIXAR ESFRIAR.
TOMAR O BANHO NORMAL E DEPOIS TOMAR ESTE BANHO DA CABEÇA AOS PÉS, REZAR UM PAI NOSSO OU AVE MARIA OU SALVE-RAINHA DIZENDO: SAI DE MIM, VAI VIVER TUA VIDA, SALVE AS FORÇAS DO BEM.
RECOLHA-SE PARA DORMIR.
PELA MANHÃ, VEM A COISA BOA!!
NOSSA SENHORA DE BELÉM VAI TRANSFORMAR TODA ESSA ENERGIA RUIM NUM BEM.
TOMAR O SEU BANHO DE ÁGUA CORRENTE (PODE SER DE CHUVEIRO), COLOCAR NUM BALDE SETE COLHERES DE SAL GROSSO COM DOIS LITROS DE ÁGUA, JOGAR DA CABEÇA AOS PÉS E DEIXAR NO CORPO POR DEZ MINUTOS.
TOME SEU BANHO NORMAL, E VÁ PARA O SEU TRABALHO. SEJA FELIZ!!

BANHO ARDENTE PARA CONSEGUIR UMA PAIXÃO:

UMA GARRAFA DE VINHO TINTO COMUM, COLOCAR O NOME DA PESSOA DENTRO DA GARRAFA E FECHAR POR TRÊS DIAS.
NO QUARTO DIA TOMAR SEU BANHO NORMAL E DEPOIS TOMAR ESTE BANHO DA CABEÇA AOS PÉS, BEM DEVAGAR, PENSANDO NA PESSOA.
NÃO PODE SE SECAR. SE NÃO FUNCIONAR NA MESMA SEMANA VOCÊ ENCONTRA OUTRA PAIXÃO TÃO ARDENTE QUANTO A QUE VOCÊ PEDIU.
BOA SORTE!!!



DESEMPREGO:
COLOCAR EM DOIS LITROS DE ÁGUA O NÚMERO DA SUA IDADE DE FOLHAS DE LOURO. COZINHAR POR DEZ MINUTOS, ESCREVA PARA O SEU ANJO DA GUARDA: EU QUERO ARRUMAR O MEU EMPREGO. ACENDA UMA VELA BRANCA PARA ELE, TOMAR ESTE BANHO ANTES DE DORMIR NO TERCEIRO DIA DA LUA NOVA CRESCENTE. REPETIR O BANHO NO 4º E NO 5º DIA. NÃO ESQUEÇA QUE É BOM REZAR, SE APEGAR COM JESUS CRISTO.

Fonte: http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2013/02/banhos-para.html

domingo, fevereiro 24, 2013

Are You Happy?


Fonte:  http://conversasaofimdatarde.blogspot.pt/2013/02/are-you-happy.html
http://followthecolours.com.br/

sábado, fevereiro 23, 2013

10 Effective Ways to Live a Simpler Life

Hope your week is off to a good start!

One of the best things I have done for myself and for the people in my life over the
last few years is to make my life simpler.

It gives me more time and energy for what is most important. I am less stressed.
And it makes my life happier.

So I'd like to start this week with sharing 10 small and big ways that you can make
your life simpler this year.

I hope you find something that inspires and resonates with you among these
suggestions.

1. Eat slower. Make your lunch time a time of relaxation rather than a time to
just add to the stress of your morning. Try putting down the fork between bites to
slow down the eating.

2. Write shorter emails. 1-5 sentences is often enough.

3. Write emails only once a day. Batch and process them all at once all the
way to an empty inbox.

4. Learn about ways to keep stress down and try them out. Examples
would be mindfulness, setting human standards for yourself and saying no. A few
such habits can help you to drastically cut down on the stress in your life.

5. Give everything its home. Then you know where to put the item when you
have used it. You'll know where to find it when you need it again. And you'll
reduce the clutter in your home or work space.

6. Slow down and enjoy and pay attention to what is actually
happening today. Instead of just rushing through the day and always on to the
next thing.

7. Spend more time with people who make life simpler. And less time
with people who make life unnecessarily complicated.

8. Look for advice from people who have been where you are. Learn
from people who have been in the situation you are in and had the challenge you
are having.

9. Break a task down into smaller and actionable pieces. Single-task that
first piece until it is done. Then do the same with the next piece. And so on.

10. Stop trying to please everyone. There will always be people who you
don't get along with or that do not like you for some reason.

Fonte: www.positivityblog.com

sexta-feira, fevereiro 22, 2013

O SILÊNCIO DA ALMA


Um motivo pelo qual o silêncio nos é tão perturbador é este:
 Assim que começamos a nos tornar silentes, experimentamos a relatividade de nossa mente comum cotidiana.
Com essa mente medimos nossas coordenadas de espaço e de tempo, calculamos as probabilidades e contabilizamos nossos erros e acertos.
Trata-se de um nível de consciência muito útil e importante.

É um estado mental tão útil e familiar que, facilmente, acreditamos seja tudo o que somos: a totalidade de nossa mente, nosso verdadeiro eu, nossa inteira significação.

A vida, o amor e a morte, frequentemente nos ensinam o contrário.

Encontramos-nos inesperadamente com o silêncio, em muitas reviravoltas inesperadas da estrada da vida, de maneiras imprevisíveis, em pessoas improváveis.

Sua saudação possui um efeito que é, ao mesmo tempo, emocionante, pleno de maravilhamento, ainda que, frequentemente apavorante.

A cada momento, nossos pensamentos, medos, fantasias, esperanças, raivas e atrações, estão todos surgindo e desaparecendo.

Identificamos-nos, automaticamente, com esses estados, sejam eles passageiros ou, compulsivamente recorrentes, sem pensar o que pensamos.

Quando o silêncio nos ensina o quão transitórios e, portanto pouco confiáveis, na verdade, são esses estados, confrontamo-nos com o terrível questionamento de quem somos nós.

No silêncio precisamos lutar com a terrível possibilidade de nossa própria irrealidade.

O pensamento budista faz dessa experiência, denominada anatman ou, o "não eu", um dos principais pilares de sabedoria em seu caminho de libertação do sofrimento e, um de seus meios de iluminação essenciais.

Incentiva-se o praticante budista a buscar essa experiência da transitoriedade interior e, em vez de fugir dela, mergulhar nela de cabeça, assim como fizeram, Meister Eckhart e os grandes místicos cristãos.

É compreensível que anatman seja a idéia budista que representa o maior problema para as outras pessoas.

 Tão absurdo, tão terrível, tão sacrílego dizer que eu não existo.

De fato, muito do antagonismo cristão ao anatman é infundado ou, fundamentado em interpretação errônea.

Não quer dizer que não existimos, mas, que não existimos em autônoma independência, que é o tipo de existência que o ego gosta de imaginar que tem; o tipo de fantasia de ser Deus, com que a serpente tentou Eva.

Trata-se da arrogância que, frequentemente, acomete as pessoas religiosas.

Não existo independentemente, pois Deus é o fundamento de meu ser.

À luz desse entendimento, lemos as palavras de Jesus no Novo Testamento, com percepção aprofundada:
"Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia e siga-me..., mas, o que perder a sua vida por causa de mim, a salvará" (Lc 9, 23-24).

Caso, através do silêncio, possamos abraçar esta verdade do anatman, faremos importantes descobertas acerca da natureza da consciência.

Descobriremos que a consciência, a alma, é mais do que o fantástico sistema cerebral que computa, calcula e, julga.

Somos mais do que aquilo que pensamos.
A meditação não é o que pensamos.
Medite por Trinta Minutos...
Lembre-se: Sente-se.
Sente-se imóvel e, com a coluna ereta.
Feche levemente os olhos.
Sente-se relaxado, mas, atento.

Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra.
Recomendamos a palavra-oração "Maranatha".
Recite-a em quatro silabas de igual duração.

Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente.

Não pense nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem.
Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar.

Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.

Laurence Freeman
Fonte: http://www.monjacoen.com.br/textos-budistas/textos-diversos/688-o-silencio-da-alma



Fonte: http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2013/02/o-silencio-da-alma.html

quinta-feira, fevereiro 21, 2013

Dix choses que les gens heureux font différemment des autres

Par Paula Davis-Laack
Avocate reconvertie en experte du traitement du stress
 
HappyGroup.jpgJusqu'à quel point êtes-vous heureux et pourquoi ? C'est une question à laquelle j'ai consacré pas mal de temps, non seulement parce qu'elle concerne ma propre évaluation du bonheur, mais aussi ma famille, mes amis et les personnes avec lesquelles je travaille. Depuis que j'ai obtenu mon diplôme de psychologie positive, j'ai travaillé avec des milliers de gens dans des circonstances très différentes, je les ai observés et j'ai pu constater que les gens heureux ont une façon qui leur est propre d'aborder la vie. Voici ce en quoi ils agissent différemment :
Ils s'entourent d'un fort tissu social. Les gens heureux sont connectés à leurs familles, leurs voisins, leurs lieux de culte et leurs communautés. Ces connexions agissent comme un tampon contre la dépression et créent des liens forts et importants. Le taux de dépression a augmenté dramatiquement durant les 75 dernières années. L'Organisation mondiale de la Santé prévoit que d'ici 2020, la dépression sera la seconde cause de décès dans le monde, touchant près d'un adulte sur trois. Bien que plusieurs raisons peuvent probablement expliquer cette augmentation, l'une des plus importantes pourrait être la déconnexion des gens avec leurs familles et leurs communautés.
Ils s'engagent dans des activités qui conviennent à leurs forces, à leurs valeurs et à leur façon de vivre. Quand on parle de stratégies du bonheur, il n'y a pas qu'une solution qui convienne à tous. De la même façon que vous adaptez vos exercices à votre objectif sportif, les gens heureux agissent en fonction de leurs buts émotionnels. Certaines stratégies connues pour améliorer la joie de vivre me paraissent un peu trop mièvres, mais celles qui marchent le mieux me permettent d'exercer ma bienveillance, d'exprimer ma gratitude, et de m'engager complètement. Le Dr Sonja Lyubomirsky propose dans son livre Comment être heureux et le rester, un merveilleux test d'auto-évaluation permettant de sélectionner les stratégies les plus adaptées à votre tempérament et à vos valeurs.
Ils expriment leur reconnaissance. La gratitude fait du bien au corps. Elle vous aide à mieux gérer le stress et les traumatismes, améliore l'amour propre et l'estime de soi quand vous réalisez combien vous avez déjà accompli, et aide souvent à chasser les émotions négatives. Des recherches ont également indiqué des corrélations entre l'expression d'une force de reconnaissance et le sentiment de satisfaction pour sa vie [1].
Ils abordent la vie de manière optimiste. Les gens heureux contiennent leurs tendances pessimistes de trois façons. Tout d'abord, ils concentrent leur temps et leur énergie sur ce qu'ils peuvent contrôler. Ils savent comment passer à autre chose si certaines stratégies ne fonctionnent pas ou s'ils ne peuvent pas contrôler une chose en particulier. Ensuite, ils sont conscients que « ça aussi, ça va passer ». Les gens heureux savent serrer les dents face à l'adversité car ils ont compris que si la vie ne peut pas être un long fleuve tranquille, les aléas ne durent pas. En fin de compte, les gens heureux sont doués pour compartimenter leurs vies. Ils ne permettent pas qu'un problème dans un domaine ne viennent contaminer le reste de leur existence.
Ils savent que c'est bien de faire le bien. Les gens heureux aident les autres en faisant du volontariat. Des recherches ont montré un lien profond entre un comportement altruiste et le bien-être, la santé et la longévité. Agir de façon bienveillante vous permet de vous sentir bien par rapport à vous-même et aux autres, et les émotions positives qui en résultent améliorent votre résistance physique et psychologique. Une étude a suivi cinq femmes ayant souffert de sclérose en plaques durant trois ans [2]. Ces femmes se sont portées volontaires pour soutenir 67 autres personnes souffrant de cette même maladie. Les résultats ont montré que ces cinq volontaires ont connu des changements positifs qui se sont révélés plus importants que les améliorations expérimentées par les patients qu'elles avaient soutenues.
Ils savent que les richesses matérielles n'occupent qu'une petite part de l'équation. Les gens heureux considèrent de façon saine la joie que pourraient leur apporter des possessions matérielles. Dans son livre Comment être heureux et le rester, Lyubomirsky explique qu'en 1940, la proportion d'Américains déclarant être « très heureux » était d'environ 7,5 sur 10 [3]. Or, à combien estimez-vous cette proportion aujourd'hui, avec les iPods, la télévision couleurs, les ordinateurs, des voitures plus rapides, et un revenu qui a plus que doublé ? 7,2. Non seulement les biens matériels ne font pas le bonheur, mais ce sont même d'importants facteurs de mécontentement. Une étude a observé l'état d'esprit de 12.000 élèves en première année universitaire, âgés de 18 ans, puis les a interrogés sur leur état de satisfaction par rapport à leur vie lorsqu'ils avaient 37 ans. Ceux qui avaient exprimé des aspirations matérialistes à 18 ans étaient moins satisfaits de leurs vies vingt ans plus tard [4].
Ils ont développé de saines stratégies pour gérer les aléas de la vie. Les gens heureux rencontrent des épisodes stressants dans leurs vies mais ils ont mis au point des stratégies gagnantes pour les surmonter. Savoir rebondir après un traumatisme fait partie des changements positifs personnels résultant de quelqu'un s'efforçant de gérer des événements existentiels très difficiles. Selon les chercheurs Tedeschi et Calhoun, il y a 5 facteurs d'amélioration après la gestion d'un événement difficile : une façon renouvelée d'apprécier la vie, la découverte d'autres manières d'aborder la vie, une plus grande force personnelle, de meilleures relations avec autrui et un essor de la spiritualité. Les gens heureux deviennent doués pour voir le bien pouvant résulter de moments difficiles.
Ils se concentrent sur la santé. Les gens heureux prennent soin de leur corps et de leur esprit et savent gérer leur stress. Se concentrer sur sa santé ne se limite pas cependant à faire de l'exercice. Les gens heureux agissent en fait comme des gens heureux. Ils sourient, ils s'investissent dans les choses et apportent un niveau optimal d'énergie et d'enthousiasme à ce qu'ils font.
Ils cultivent leurs émotions spirituelles. Selon Lyubomirsky, de plus en plus de chercheurs suggèrent que les personnes croyantes sont plus heureuses, en meilleure santé et se remettent plus facilement d'un traumatisme que les personnes laïques [5]. De plus, les auteurs Ed Diener et Robert Biswas-Diener expliquent dans leur livre Happiness: Unlocking the Mysteries of Psychological Wealth, que les émotions spirituelles sont essentielles à la richesse psychologique et au bonheur, car elles nous aident à nous connecter avec ce qui nous dépasse.
Ils savent où ils vont. Avancer dans le but d'avoir une vie qui ait un sens est l'une des stratégies les plus vitales utilisées par les gens heureux. J'ai sous-estimé l'importance du sens de la vie quand j'étais avocate, mais c'est devenu évident pour moi lorsque je me suis retrouvée au bout du rouleau. Selon Diener et Biswas-Diener, les gens heureux ont des valeurs auxquelles ils tiennent et ont des résultats qui valent la peine qu'on se donne du mal pour les obtenir.
Le grand Dr. Chris Peterson, aujourd'hui disparu, a évoqué son propre chemin vers le bonheur en ces termes :
"J'ai passé mes premières années de jeune adulte à repousser à plus tard beaucoup de petites choses dont je savais pourtant qu'elles me rendraient heureux. J'ai eu la chance de me rendre compte un jour que je n'aurais jamais le temps de les faire, à moins de trouver ce temps nécessaire. Et c'est là que le reste de ma vie a commencé."
A mesure du temps qui passe, les gens heureux ont développé un éventail spécifique de stratégies qui leur fait voir la vie différemment - un éventail équilibré entre compétences et émotions. Et vous, qu'ajouteriez-vous à cette liste ?

Paula David Laack
www.marieelizbethcompany.com

http://www.chemindevie.net/article-dix-choses-que-les-gens-heureux-font-differemment-des-autres-114503687.html 

quarta-feira, fevereiro 20, 2013

A ANSIEDADE INTENSA É UMA CILADA PORQUE ELA TURVA AS ÁGUAS DE SUA MENTE


Mensagem de Saul
Por John Smallman
Em 30 de janeiro de 2013


Quando vocês estão relaxados é bastante fácil entrar num estado meditativo e tranquilo, mas quando vocês estão ansiosos ou perturbados e sua mente está a toda, é consideravelmente mais difícil.

E é quando seria muito útil se vocês pudessem relaxar nessa paz e tranquilidade.

Se vocês estiverem muito estressados, movidos por medo ou ansiedade, vão para algum lugar onde possam estar sozinhos, sem interrupções (desliguem seus telefones!) e peçam ajuda a seus guias, anjos, mestres ascendidos - quem vocês se sentem mais confortáveis para chamar.

Fiquem pedindo, pedindo e pedindo, porque quando vocês estão muito estressados, seu ego será extremamente persistente em encher suas mentes com pensamentos preocupantes - pensamentos que devem ser atendidos na hora.

Este não é o caso.

Se vocês estão muito estressados, vocês não podem pensar claramente, e agir neste estado de mente no mínimo é desaconselhável.

Para silenciar sua mente ego, pode ser mais eficaz ficar repetindo uma prece curta ou um mantra até ela se calar, e vocês podem fazer novamente caso ela comece a se agitar novamente.

A ansiedade intensa que muitos no plano terreno frequentemente experimentam é uma cilada porque ela agita e turva as águas de suas mentes, impedindo a clareza.

Vocês sabem disto porque todos vocês a experimentaram, então é essencial que vocês estabeleçam um espaço silencioso de paz interior para o qual vocês possam se retirar e acalmar essas águas agitadas.

Muitos que meditam se imaginam em um cenário calmo que eles experimentaram pessoalmente, ou eles utilizam um cenário imaginário de alguma história que leram e onde eles se sentem confortáveis.

Não importa qual deles vocês escolham contanto que seja um local com que vocês ressoam e ao qual vocês podem voltar com os olhos de sua mente sempre que escolherem voltar.

Seu ego provavelmente interromperá sua paz por tentar bloquear ou perturbar esse local calmo e utópico em sua mente dizendo-lhes que vocês estão desperdiçando um tempo precioso - o tempo que poderia eficazmente ser utilizado para solucionar o(s) problema (s) que está provocando seu estado de ansiedade.

Nada poderia estar mais longe da verdade!

Sentar-se silenciosa e calmamente, com sua mente apressada aquietada permite que sua intuição chegue à sua consciência.

Só isso já reduz muito o estresse que vocês estão experimentando.

E quando sua mente está quieta seus guias podem se conectar com vocês através de sua intuição, oferecendo a orientação que é mais apropriada nesse momento - que poderá muito bem ser: "Não faça nada agora. Você não está preparado para tomar uma decisão. A situação não é tão urgente quanto parece".

Se for esta a orientação, o sentido intuitivo, o sentimento que lhes chega, então a respeitem.

Todos vocês estão cientes do dano que pode ser feito quando vocês agem apressadamente.

Obviamente não estamos falando aqui de quaisquer atividades de alta velocidade em que vocês podem estar envolvidos, em que reações bem treinadas, que foram cuidadosamente ensaiadas, precisam ser postas em ação imediatamente.

Quando vocês se sentem estressados, vocês normalmente sentem a necessidade de fazer alguma coisa na hora, e independente das situações a que se refere isto geralmente não é uma boa ideia.

Se vocês ainda não criaram um espaço interior para poderem se retirar quando seus níveis de estresse tornam-se excessivos, então, por favor, criem-no.

Vocês precisam e merecem um espaço interior de isolamento e paz, e vale a pena dispensar tempo na criação de um para vocês, um que realmente apeteça aos seus sentidos e os atraia para dentro.

Criado este espaço, utilizem-no diariamente.

Ele os ajudará a reenergizar a chama do Amor Divino que arde constantemente dentro de vocês.

Chamas precisam de ar, então vocês precisam criar um projeto para elas: a chama do Amor dentro de vocês simplesmente precisa de sua atenção, seu reconhecimento, então, usem-nos para atiçar sua chama e ela queimará entusiasmadamente, aquecendo seus corações e fortalecendo sua fé de que vocês são filhos divinos e amados de Deus, sempre no pensamento d'Ele.

Vocês precisam do alimento que suas visitas diárias ao seu espaço interior proporcionam.

Se vocês negligenciarem ou se esquecerem de ir para ele regularmente, vocês verão aumentar seus níveis de estresse, e também suas dúvidas e frustrações.

Quando vocês se perceberem ficando mal humorados, irritadiços, exaustos, é um sinal garantido de que vocês precisam se retirar e recuperar sua vitalidade, sua energia de vida, e reatiçar a chama do Amor que arde constantemente dentro de vocês.

Ela quer trabalhar com vocês, mas ela somente pode assim o fazer quando vocês dão permissão a Ela - por abrir seus corações em aceitação do momento do agora seja em qual forma ele se apresentar.

Somente existe o Amor.

Qualquer outra coisa é uma distração, uma tentação ilusória para se envolver egoisticamente com o mundo ao seu redor.

Sim, vocês estão no mundo, mas vocês não são do mundo, então se envolver somente amorosamente fortificará essa conscientização, brilhando fortemente sua Luz nos locais escuros em que vocês possam se encontrar e trazendo consolo para os que estão ao seu redor.

Esta é a sua missão, a razão para esta sua encarnação terrena, e com a constante intensificação do campo de energia divina envolvendo a Terra, vocês têm uma abundância de Luz e Amor para compartilhar em toda situação, em todo relacionamento e em todo momento.

Vocês são Amor encarnado: não tentem se dissuadir desta verdade.

Muitos de vocês se julgam desmerecedores demais para até considerarem que isto possa ser verdade, mas são somente os seus egos tentando minar sua fé e seu conhecimento por lhes oferecer um falso senso de humildade em que envolver suas dúvidas.

Não se deixem enganar: seu ego não tem sabedoria.

Ele emprega o raciocínio falho para desviá-los de seu caminho e convencê-los de que vocês não são bons o bastante.

Sim, todos vocês estiveram envolvidos em comportamento desamoroso, mas é o comportamento que não é bom o bastante, e não vocês, e vocês podem mudar seu comportamento.

O campo de Amor Divino está se infiltrando nos corações de todos no planeta, provocando a consciência de atitudes e comportamentos desamorosos, e dos danos que eles causam, e encorajando as pessoas a liberar tudo que não está em alinhamento com ele.

Em sua maioria, as respostas são positivas porque elas estão ficando crescentemente cientes de que é certo estar em alinhamento com o Amor, e sua vontade de se alinhar está cada vez mais forte.

Esta realmente é uma época incrível e maravilhosa para estar na Terra.

Procurem pela beleza e pela maravilha em todos os momentos, surpreendam-se e deliciem-se, pois todos vocês escolheram estar aqui para participar do despertar da humanidade.

Com muito amor, Saul.



Fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
Respeite os créditos
http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2013/01/a-ansiedade-intensa-e-uma-cilada-porque.html

domingo, fevereiro 17, 2013

DESTINO: EU!



O teu destino é uma criação tua e esta é uma profunda convicção minha. Quantas vezes já ouviste expressões do género, “estou destinada a não ser feliz”, "estou destinado a não encontrar a mulher da minha vida”, estou destinada a não fazer nada do que gosto” ou “ estou destinado a não ter nada daquilo que quero”? Estas pessoas estão destinadas, sim, à invalidez emocional e às catacumbas de uma vida dos infernos, mas nada tem a ver com o destino que lhes foi traçado, tem, sim, explicação no seu padrão de pensamento e na carência de crédito que têm nelas mesmas. O que elas estão a criar é a total ausência de felicidade e, dessa forma, não poderão ter outro fim senão, um destino repleto de sombras, medos e amarguras. Nada, nem Deus nem o destino, é responsável pela autoria do que escreves diariamente no teu muro de lamentações. Essa é uma obra tua, exclusivamente tua, e enquanto não assumires essa responsabilidade e cobrares às instâncias que te falei, tudo o que não és, não fazes e não tens, não verás luz, nem merecerás o paraíso que é ter uma vida consciente.
A ti foi-te entregue por Deus um prémio, uma vida para viver, uma oportunidade única que te permite usufruir das melhores coisas que a Terra tem mas que, também, te oferece a hipótese de crescer, aprender, dar e evoluir enquanto alma e ser humano. Posto isto, farás escolhas através da experiência e diferentes escolhas levar-te-ão a diferentes lugares com diferentes pessoas. Nada do que possas escolher é errado, mas todas as tuas decisões terão bons frutos e consequências pelo caminho. Viverás, então, o que escolheste e para teu bem é bom que o tenhas feito por ti e por mais ninguém. Aprenderás a assumir a importância do que é bom e do que é mau para ti, mas crescerás com ambas as lições, assim dês ao que acabaste de viver o significado correcto. O teu destino será sempre o teu sonho e quando lá chegares, pára, bebe pausadamente os segundos, as horas, os dias seguintes, e quando estiveres saciado, espeta uma bandeira no cume do teu percurso para que nunca te esqueças do que viveste, aprendeste, deste e recebeste. Depois, transfere a confiança, a estima e o amor próprio que ganhaste para a tua nova meta, constrói outra pirâmide e encontra-te, novamente, com o teu destino. Sim, é assim que interpreto a palavra “destino”, não como um “fado”, mas como um ponto de chegada. Um ponto de chegada que te foi eliminado da cabeça quando nasceste, mas que, por mérito, entrega e perseverança, foste capaz de encontrar. Se te identificares com este “Destino”, estarás, sempre, destinado a viver grandes sonhos, a ser feliz e a cumprir, exemplarmente, com a tua missão.
Só podes comandar o teu destino quando fores o comandante da tua vida.

Fonte: http://gustavosantosescritor.blogspot.pt/2013/01/destino-eu.html

sexta-feira, fevereiro 15, 2013

5 conseils pour attirer la personne idéale

Um tema um pouco diferente mas que é importante nas nossas vidas, o amor.

Malheureusement, un mariage sur deux se termine en divorce. Et parmi ceux qui restent ensemble, je soupçonne plusieurs de ne pas être très heureux.
Si vous êtes en couple, posez-vous la question suivante : « Suis-je vraiment heureux avec mon partenaire actuel? » J’espère que c’est le cas. La vie est trop courte pour passer sa vie avec une personne qui ne contribue pas à votre bonheur. Si vous avez déjà trouvé votre partenaire idéal, tant mieux, ne le tenez surtout pas pour acquis et prenez-en grand soin.
Et si vous êtes célibataire, où sur le point de le devenir bientôt, posez-vous la question suivante : « Avez-vous une idée précise de votre partenaire idéal? »
Voici donc cinq conseils pratiques afin d’attirer à vous la personne idéale dans votre vie.

1. Apprenez à vous aimer
j04019868Vous ne pouvez pas donner à une autre personne ce que vous n’avez pas appris à vous donner à vous-même. On ne peut pas donner de l’amour à une autre personne si on n’en possède pas pour soi-même. Écrivez au moins dix choses dont vous pourriez faire pour démontrer que vous vous aimez. Par exemple : vous offrir un bon massage, aller manger votre repas préféré ce midi au restaurant, vous écrire une lettre d’amour, lister vos dix plus grandes qualités, vous regarder dans le miroir tous les matins pendant une minute et vous dire à voix haute les raisons spécifiques pourquoi vous vous aimez, etc.

2. Choisissez les qualités recherchées chez la personne idéale
Les relations fonctionnent et persistent lorsque deux personnes ont des natures similaires ou complémentaires et lorsqu’elles partagent les mêmes valeurs et les mêmes buts. Faites ces trois exercices :
2.1 Identifiez les attributs d’une personne avec qui vous ne pourriez absolument pas vivre par exemple : fumeur, hypocrite, mal propre, etc.
2.2 Décrivez les traits de personnalité, les habitudes, les qualités et l’apparence physique de votre partenaire idéal avec le plus de détails possible par exemple : grand, mince, cheveux foncés, respectueux, une attitude positive, intelligent, sportif, etc.
2.3 Divisez la liste de votre partenaire idéal en deux :
2.3.1 Premièrement, identifiez les qualités qui sont absolument obligatoires pour vous. Par exemple : désir des enfants, non-fumeur, honnête, attitude positive, aime voyager, etc.
2.3.2 Deuxièmement, identifiez les qualités qui seraient désirables. Par exemple : bon cuisinier, parle en anglais, joue au golf et au tennis, etc.

3. Évaluez-vous
Reprenez la liste 2.3.1 des qualités obligatoires chez votre partenaire idéal et évaluez-vous en vous accordant une note de 0 à 10. Êtes-vous près d’être la personne que vous désirez attirer dans votre vie? Si oui, bien. Sinon, allez travailler sur vous-même. Par exemple, peut-être réaliserez-vous que vous aimeriez avoir une personne qui à 9.5 sur 10 au niveau physique, mais vous n’êtes qu’un 6.5!
Réalisez que vous devez absolument devenir le genre de personne que vous voulez attirer. Si, par exemple, vous aimeriez avoir une personne mince, sexy, sportive et en santé dans votre vie (10 sur 10), mais que vous êtes une personne obèse et qui s’alimente que dans les « fast-foods » tous les jours (4 sur 10), ça ne fonctionnera pas!
Vous avez alors deux choix. Faire de grands changements dans votre vie ou tout simplement diminuer vos standards. Vous ne pouvez tout simplement pas demander à quelqu’un d’être ce que vous ne pouvez pas offrir.

4. Évaluez votre partenaire
Si vous êtes en couple actuellement, reprenez la liste 2.3.1 des qualités obligatoires et évaluez votre partenaire en lui accordant également une note de 0 à 10. Observez ensuite l’écart qui existe entre la réalité et votre idéal. Même si cela peut vous faire peur, communiquez vos résultats à votre partenaire et voyez comment vous pourriez ensemble diminuer l’écart. Faites-vous un plan d’action afin d’améliorer votre relation pour le mieux.
Si, toutefois, vos natures, vos valeurs et vos buts ne correspondent pas du tout, soyez honnête envers vous-même et envers votre partenaire, ayez une bonne discussion et prenez la décision qui s’impose. Si jamais vous décidez de rester en relation malgré tout « pour les enfants », relisez le point #1 sur l’importance de s’aimer soi-même avant de pouvoir aimer une autre personne. De toute façon, est-ce l’exemple que vous voulez donner à vos enfants? Des parents malheureux qui se crient un après l’autre et qui sont toujours à couteaux tirés?

5. Faites-vous un plan marketing !
Si vous êtes seul, ou prenez la décision de le devenir, faites-vous une liste des endroits les plus propices à rencontrer votre partenaire idéal selon les qualités recherchées. Les bars et les discothèques ne sont pas les seuls endroits. Pensez aux restaurants, aux 5 à 7, aux soupers entre amis, aux centres de skis, aux centres de conditionnement physique, aux centres de loisirs, à la piscine, aux salons de quilles, aux cours de yoga et aux agences ou site de rencontres sur Internet qui sont de plus en plus populaires.
Peu importe le nombre d’entreprises que vous possédez, peu importe la maison dans laquelle vous habitez, peu importe la sorte de voiture que vous conduisez, peu importe combien d’argent vous avez en banque et peu importe les trophées et les médailles que vous avez gagnées dans votre vie, si vous n’avez pas quelqu’un avec qui partager votre bonheur ou si vous n’êtes pas heureux dans votre relation, tout le reste ne vaut absolument rien.
La qualité de votre vie revient à la qualité de vos relations interpersonnelles principalement la qualité de votre relation avec votre partenaire de vie.ous ne pouvez pas donner à une autre personne ce que vous n’avez pas appris à vous donner à vous-même. On ne peut pas donner de l’amour à une autre personne si on n’en possède pas pour soi-même. Écrivez au moins dix choses dont vous pourriez faire pour démontrer que vous vous aimez. Par exemple : vous offrir un bon massage, aller manger votre repas préféré ce midi au restaurant, vous écrire une lettre d’amour, lister vos dix plus grandes qualités, vous regarder dans le miroir tous les matins pendant une minute et vous dire à voix haute les raisons spécifiques pourquoi vous vous aimez, etc.

Patrick Leroux CSP
Entrepreneur, auteur de neuf (9) best-sellers et réputé conférencier de calibre international est un expert en motivation, performance et profitabilité.
 
Quelques-uns de ses livres inspirants :

http://www.chemindevie.net/article-5-conseils-pour-attirer-la-personne-ideale-114417515.html 

quinta-feira, fevereiro 14, 2013

quarta-feira, fevereiro 13, 2013

terça-feira, fevereiro 12, 2013

O AMOR É A RESPOSTA PARA TODOS OS PROBLEMAS DA HUMANIDADE


Jesus através de John Smallman
Em 24 de outubro de 2012

A intenção amorosa que cada membro da humanidade sempre tem e estima dentro de si está crescendo e se intensificando realmente muito depressa conforme mais e mais de vocês se encaixam no campo de energia do Amor Divino que os envolve.

A expansão e aceitação geral dessa intenção foram planejadas muito tempo atrás, e vê-la, por assim dizer, "decolar" é muito edificante e emocionante enquanto zelamos por vocês com amor e alegria de nossa esfera de influência nos reinos espirituais.

Os reinos espirituais naturalmente incluem a "bolha" que contém seu ambiente ilusório, e essa bolha têm flutuado por aqui desde que vocês a conceberam, entraram nela e escolheram desativar sua capacidade de perceber os reinos fora dela.

Assistência amorosa sempre é oferecida a vocês, mas por um longo tempo vocês realmente escolheram continuar no seu próprio caminho, porém doloroso, reunindo experiências do tipo mais desagradável enquanto supostamente buscavam sua saída dessa bolha.

O problema foi que vocês deram muito poder aos seus egos em conjunto com a capacidade de eles aumentarem esse poder.

Então eles começaram a se ver como seres independentes com influência, inteligência e autoridade, e este sentido de força independente "subiu-lhes à cabeça", como vocês diriam.

Mas, os egos não são terrivelmente inteligentes, e eles começaram a brigar uns com os outros, pois cada um deles procurava se estabelecer como o poder supremo e a autoridade em sua realidade estranha e imaginária.

Isto conduziu à situação que prevalece na Terra por tanto tempo, onde o aspecto virtuoso de si mesmos, que vocês chamam de confiança, provou-se ser uma posição insustentável para praticamente todos manterem, porque ela era frequentemente traída.

O que está acontecendo agora é a crescente percepção de que para a Terra e a humanidade gozarem vidas de harmonia, paz, compaixão e abundância, a confiança precisa ser estabelecida e honrada em todos os lugares.

E, claro, a confiança somente pode ser estabelecia por realmente confiar um no outro.

Devido às suas contínuas experiências, isto parece ser meio que uma situação sem saída.

Mas agora as pessoas, em seus milhões, estão se voltando para o interior em meditação e oração, buscando orientação, assistência e confirmação de que são os filhos divinamente amados de Deus.

E ao se abrirem para receber esse conhecimento, essa confirmação de sua origem divina, que sempre é oferecida, elas se tornam cientes de que elas realmente são aquilo que elas tinham esperança que eram.

Esta compreensão em massa de que vocês são seres divinos, eternamente amados e acalentados por seu Pai, é um dos maiores sinais de que vocês estão avançando firmemente para o despertar.

Por éons a palavra amor (em todas as línguas) tem conotações de fraqueza, ineficácia, alienação e absoluta estupidez.

Tem-se sempre tirado proveito do comportamento amoroso por aqueles que controlariam e dominariam os outros e por aqueles que fariam os outros sentir culpa.

O amor era um jogo que era permitido quando o trabalho estivesse feito, a batalha estivesse travada e sobrasse um tempinho quando não havia nada mais excitante ou interessante em que envolver a atenção.
Aqueles que acreditavam no amor e o ofereciam frequentemente eram usados e abusados.
Estava mais do que provado que confiar era muita insensatez.
Finalmente, após éons de sofrimento, a humanidade está percebendo que o amor é a única "moeda" e a "moeda" essencial em que as fundações da paz, harmonia e abundância para todos possam ser estabelecidas.

É a conscientização que é bastante surpreendente assim que se torna aparente para vocês; na verdade, vocês não acreditam de imediato nela porque vocês têm visto a dor e o sofrimento que isto trouxe a tantos que vocês amam.

Contudo, ela agora tem se estabelecido em muitas comunidades diferentes ao redor do mundo e se provado muito eficaz.

As notícias disto estão se espalhando, pois as comunidades compartilham suas experiências abertamente, e mais e mais de vocês procuram por outros com pensamento similar para estabelecer comunidades cada vez mais amorosas.

Sim, no início, algumas décadas atrás, existiram alguns experimentos bem ousados, mas as pessoas ganharam uma tremenda quantidade de experiência valiosa que elas transmitiram, e agora uma base sólida de sabedoria e experiência é construída, em que grupos podem estabelecer seus planos e seus sonhos de uma Nova Era que eles estão criando.

Com a intensificação do campo de Amor Divino que está penetrando e se infiltrando nos corações até dos mais endurecidos e desamorosos entre vocês, e com a crescente conscientização de que o Amor é a resposta para todos os problemas da humanidade, o caminho para seu despertar está se tornando mais largo e brilhante.

Ele é uma super-rodovia que ninguém pode deixar de encontrar, conduzindo vocês para casa, para o Céu.

Muitíssimos poucos escolherão não a utilizar - mesmo sendo absolutamente grátis! - mas a vasta maioria de vocês está do processo de se reunir nela para os estágios finais de sua jornada.

E como não há limite de velocidade nesta super-rodovia divina, vocês logo estarão em Casa!

Seu amoroso irmão, Jesus.

Fonte: http://johnsmallman2.wordpress.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
Respeite todos os créditos
http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2013/01/o-amor-e-resposta-para-todos-os.html

segunda-feira, fevereiro 11, 2013

domingo, fevereiro 10, 2013

QUANDO OS SONHOS SE TORNAM UM OBSTÁCULO, O QUE FAZER?

 Por Miguel Lucas em Desenvolvimento Pessoal

Todos estamos familiarizados com a frase: “O sonho comanda a vida.” E sim, eu concordo com esta frase que descreve a grandiosidade do ato de sonhar acordado. É a capacidade que cada um de nós tem para imaginar o futuro, e perspetivar caminhos que nos aproximem dos nossos objetivos que mais define a nossa espécie: Homo Sapiens. É a capacidade de sonhar que nos impulsiona a melhorar a nossa vida e que permite igualmente elevar-nos quando  nos sentimos em baixo. No fundo, o ato de sonhar acordado está sempre presente em nós. No entant0, todos elaboramos sonhos mais arrojados, mais desafiantes e motivadores do que o sonho comum do dia a dia. Todos temos sonhos que mexem connosco, que nos fazem deitar tarde e levantar cedo cheios de garra e determinação. E, são também esse tipo de sonhos que por vezes podem vir a atrapalhar-nos e consequentemente tornarem-se num obstáculo ao nosso bem estar e satisfação de vida. Estão os seus sonhos secretamente impedindo-o de viver a vida que você realmente deseja?

Os sonhos não são ruins em si mesmos. Na verdade, os sonhos são um impulsionador, dependendo da forma de abordagem que adotamos para lidar com eles. Os sonhos podem vir a tornar-se num problema quando você os usa como uma desculpa para se vitimizar por não consegir alcançá-los, ou quando você julga não ter dinheiro ou talento para fazer o que deseja profundamente e nada faz para alterar a situação, ou quando você passa a viver a sua vida à sombra do seu sonho, dizendo coisas do género:

Quem me dera poder realizar o meu sonho
Um dia pode ser que consiga realizar o meu sonho
Se eu tivesse isto e aquilo eu realizava o meu sonho
PORQUE PODEM OS SEUS SONHOS TRANSFORMAREM-SE NUM OBSTÁCULO?
Como já referi, todos temos sonhos. O problema é que muitos dos sonhos que temos impedem-nos de ver todas as outras possibilidades disponíveis para nós. Por vezes, quando nos tornamos ilusoriamente obstinados e focamo-nos apenas e exclusivamente no grande sonho, podemos perder a noção do presente e a vida tornar-se num inferno devido à discrepância entre o sonho e aquilo que se obtém. Não quero passar a mensagem que não devemos manter-nos persistentes e trabalhadores no caminho para o sonho, apenas estou a referir que nesse caminho existem também outras possibilidades, e que se não olharmos para elas provavelmente iremos pagar uma fatura elevada.

Ao invés, também podemos avaliar as nossas capacidades como não sendo as suficientes para suportar o nosso sonho e com isso desistir dele. Instala-se a mágoa, a pessoa pode punir-se por isso e consequentemente ficar desmotivada para outros objetivos. Este é um caso clássico de abandono do sonho por incapacidade de lutar por ele. A pessoa agrega a si mesma um elevado sentimento de culpa, o que pode contribuir para baixar a sua autoestima e autoconfiança.

O SONHO COMO FANTASIA


Você já se apegou a um sonho com uma esperança e uma crença em que ele (finalmente) se tornará realidade? Bem, a boa notícia é que os sonhos se tornam realidade (se você sabe como materializá-los). Tal como escrevi no artigo: Tornar os sonhos realidade. A má notícia é que as fantasias são algo para lá da possibilidade de materialização. Isso mesmo, uma fantasia não se torna uma realidade. Vamos olhar para uma breve definição só para contextualizar:

A faculdade ou atividade de imaginar coisas que são impossíveis ou improváveis.

Então, se é uma fantasia, ela pode tornar-se um enorme obstáculo aquilo que você possa considerar como um sonho de vida. Quais são os sinais de alerta? Como você pode ficar ciente de que o seu sonho está fora da possibilidade de tornar-se real? Há sinais que podem ser sintomáticos que o seu sonho extrapolou a realidade e passou a ser fantasia. O seu “sonho” é, provavelmente, uma “fantasia” se:

1. Você usa o seu sonho, como uma moleta. Você já viu isso toda a sua vida noutras pessoas, ou até em você mesmo. Pessoas que avivam o seu sonho sempre que se sentem tristes, desesperadas ou angustiadas. Fá-las sentir (temporariamente) como se fosse apenas uma questão de tempo antes que tudo esteja bem novamente, porque elas têm o sonho ao seu lado, pronto para se manifestar a qualquer momento. O problema é que o sonho não se manifesta, nunca. Permanece eternamente como uma vã esperança de que um dia, como por milagre, irá acontecer. O sonho nunca perde o seu encanto, nunca é questionado, ficando sempre acessível a servir de moleta sempre que seja necessário a pessoa voltar a sentir-se bem. É assim criada a ilusão do sonho a que apelidamos de fantasia.

2. Você não está agindo de acordo com o seu sonho. As ações solidificam os nossos sonhos de inúmeras maneiras. As ações face a um objetivo permitem que o nosso subconsciente saiba que somos coerentes com o nosso sonho. As ações permitem que você comece a experimentar o sonho no mundo real. Se você não está colocando em marcha um conjunto de ações que se encaminhem na construção de medidas que o aproximem daquilo que deseja, provavelmente você não está seguindo um sonho, mas uma fantasia.

3. Você não está aprendendo formas de realizar ou tornar o seu sonho real. William Arthur Ward disse:

“Se você pode imaginar, você pode realizá-lo, se você pode sonhar, você pode tornar-se nele.”

Eu acredito que qualquer coisa imaginável que está dentro da nossa capacidade pode tornar-se real. Tal como escrevi no artigo:  O poder da imagética, podemos imaginar a melhorar-nos? Mas os sonhos não caem do céu. Se o seu sonho não se está tornando real, certamente existe um razão identificável para isso. Talvez seja uma forte crença que lhe transmite que você não pode tê-lo ou que não o merece. Talvez seja um hábito de sentir-se como uma vítima.  Seja o que for, você pode descobrir qual obstáculo que se opõe na realização do seu sonho e mudar isso. Há passos que estão ao seu alcance, e que certamente podem aproximá-lo do seu sonho. Se você não está empenhado em descobrir e aprender formas que facilitem a obtenção do seu desejo, é provável que você esteja a fantasiar, e que o seu sonho nunca se venha a tornar real.


4. Você não está certo que o seu sonho tenha sido verdadeiramente desejado por vontade própria.

Sim, este pode ser um enorme obstáculo. Imagine passar toda a sua vida agarrado a um sonho que não era seu. Que na sua essência estavam os motivos de terceiros. Que desperdício colossal de tempo, certo? Então, como tomar consciência dos motivos do seu sonho? Exemplos de indícios:

Você sonha em iniciar a sua própria empresa, não porque você tem uma paixão por ser um líder, mas porque é o que seu pai ou familiares fizeram.
Você sonha em voltar para a escola para melhorar as suas habilitações académicas, não porque você ama o assunto, mas porque o seu irmão mais velho fez isso e recebe toda a glória da família.
Você sonho fazer algo de extraordinário porque acredita que só assim será valorizado pelos outros.
É claro que esses sonhos não têm nada de errado na sua essência. No entanto, se esses sonhos não são ” os seus” sonhos, ou você pretende alcançá-los por razões que não estão relacionadas com a sua paixão, provavelmente pelo caminho pode predispor-se à autosabotagem silenciosa.

5. Você não está a aproximar-se do seu sonho. Não me interprete mal, os sonhos levam tempo para se transformarem em realidade. Mas, em determinado momento, eles devem tornar-se reais. No mínimo deve haver indícios de que as suas ações estão no caminho de poderem vir a tornar o sonho em realidade. Se você sonha grande, se você imagina a criação do seu sonho, mas nada tem vindo a fazer nesse sentido, muito provavelmente você está a fantasiar o seu sonho, logo é uma fantasia.

Dica: Sonhar grande não é o problema, o problema está em não tomar medidas na proporção do seu sonho.

REENQUADRAR O SONHO
Se você está chegando à conclusão que o seu sonho é na verdade uma fantasia, não perca a esperança. Fique grato, esse pode ser o primeiro passo para redefenir o seu sonho e aproximá-lo mais da realidade de poder vir a concretizar-se.

Em seguida apresento alguns passos que podem contribuir para a reestruturação da sua fantasia e transformá-la num sonho com viabilidade de tornar-se real:

Decida se você realmente quer manter o seu sonho na sua mente. Só porque você tem vindo a alimentar esse sonho ao longo dos meses ou anos não significa que você deve continuar a carregá-lo. Se o seu sonho tem vindo a transformar-se num fardo, devido à discrepância entre aquilo que você imagina e aquilo que está acontecendo na realidade, pondere a sua viabilidade. Se a viabilidade é inexistente e o seu sonho o atormenta, pondere redefini-lo ou até mesmo desistir dele.
Comprometa-se com a sua criação. Há processos para realizar um verdadeiro sonho. Há livros sobre o assunto. Sites dedicados a isso. Determine o seu caminho e não deixe que nada o impeça. Se o seu sonho é alimentado por um forte desejo para a ação, vale a pena ir ao seu encontro com tudo o que você tem.
Comece a agir sobre o sonho. Mostre para você mesmo que está empenhado. Dê passos, pequenos passos, mas tome medidas regulares em direção ao seu sonho. Qual a pior coisa que pode acontecer? Ou você muda de ideia (nada demais, pode sempre idealizar um novo sonho), ou, você não vê o sonho materializar-se (novamente, nada demais), ou você fica cada vez mais próximo de viver o seu sonho na realidade. Lembre-se, se você pode imaginá-lo, você pode criá-lo.
Procure os indícios de que isso está acontecendo. Se você está pensando sobre o seu sonho com emoções positivas, certamente existirão fortes indícios. E quando você se aperceber deles, isso fará com que reforce o seu desejo. Ao perceber que o seu sonho está tornando-se em realidade, a sua determinação irá aumentar e novo impulso será dado no sentido de ficar ainda mais próximo da sua realização.
Procure alguma ajuda para tornar o seu sonho em realidade. Não há necessidade de fazer todo o caminho sozinho. A ajuda está disponível em todo o lado. Se você quer, você pode.  Peça ajuda aos seus amigos, a pessoas experientes na área, a Deus, aos anjos, mas não pare de procurar ajuda. Encontre um mentor, um grupo de apoio, um parceiro de prestação de serviços ou um treinador. Procure ajuda e permita-se a ser ajudado.
Ter fantasias só por si não é prejudicial, desde que não as confunda com o sonho que você deseja. Fantasia é algo improvável de realizar-se. Sonho é algo que você deseja com toda a sua força, motivação e emoção. O sonho pode ser sempre materializado quando existe uma forte ligação entre aquilo que se imagina e as ações que se tomam. Não permita que o seu próprio sonho se transforme no seu maior obstáculo. Comprometa-se com o seu sonho, agindo.

Fonte: http://www.escolapsicologia.com/quando-os-sonhos-se-tornam-um-obstaculo-o-que-fazer/

quarta-feira, fevereiro 06, 2013

SOFRIMENTO: SERÁ QUE VOCÊ SE TRANSFORMOU NUMA PESSOA SOFREDORA?

 Por Miguel Lucas em Psicologia Comportamental

Ao longo da vida todos nós vamos acumulando histórias que preferíamos não nos recordar. São situações de vida que nos causaram mal estar, sofrimento, angústia, trauma, desilusão, sentimento de culpa, entre outros. Essas situação começam a acontecer em tenra idade, e dependendo da forma como olhamos para elas e como as interpretamos, podemos transformar-nos em pessoas sofredoras, ou não. Se você se vitimiza com frequência, se olha para si mesmo com autopiedade e o seu discurso é negativista, pessimista, crítico e altamente focado no que lhe acontece de errado, pode ter desenvolvido uma estrutura mental negativa que se suporta numa visão catastrófica da sua história e igualmente dos acontecimentos ao seu redor.

Eu nasci no gueto.

Eu olhei a morte de frente três vezes.

Passei anos vivendo com um distúrbio alimentar.

O meu pai deixou-me quando eu era apenas uma criança.

Eu tive que ser hospitalizado por duas vezes para fazer cirurgias.

Passei a maior parte da minha vida medicado, por doenças físicas e mentais.

Quando algumas pessoas têm histórias idênticas ao descrito acima, a interpretação catastrófica da sua vida (ainda que com toda a legitimidade) pode conduzi-las para a frase que comprova um padrão sofredor já instalado:

 Porque  é que as coisas ruins sempre acontecem comigo.

PADRÃO SOFREDOR DE PENSAMENTO
Neste padrão sofredor de pensamento a pessoa espera sempre o pior. A pessoa vai acionando padrões de medo que a levam a um estado quase permanente de preocupação e miséria, esperando a desgraça sempre ao virar da esquina. Mesmo quando as coisas começam a correr bem, a pessoa desconfia, torna-se sarcástica consigo e com os outros, acabando por profetizar a sua própria desgraça. Vai desenvolvendo um padrão de comportamento de autosabotagem, mesmo quando as situações têm tudo para dar certo. A pessoa liga-se ao seu sofrimento, alimenta o seu sofrimento e não consegue viver sem sofrer. A pessoa passa a sentir-se confortável nos braços do sofrimento. Na verdade, algumas pessoas ficam tão confortáveis que resistem (mesmo que inconscientemente) a qualquer tentativa de libertar-me do seu calvário.

Por vezes, numa perspetiva de fuga ilusória a pessoa atribui o seu sofrimento a tudo o que é externo a ela, ao universo, à familia, ao lugar onde nasceu, ao governo, aos professores, aos colegas.

Se você se queixa com frequência acerca da sua vida, das coisas que lhe foram acontecendo, se conta histórias catastróficas como se a sua vida não tivesse nada de bom e nada lhe seja facilitado, pondere perceber se você se tornou numa pessoa sofredora. Se sim, ainda está a tempo de reverter a situação. Não a situação de apagar os acontecimentos menos bons, mas sim deixar de pensar que é um mártir e de que a sua vida é miserável. Tudo na vida muda e você também pode mudar algumas formas de olhar para si mesmo e para a sua história de vida. Quanto mais cedo você perceber o seu padrão mental de pensamento acerca da sua história de vida,  mais cedo pode deixar ir toda a tristeza e, finalmente, descobrir que a vida tem o seu lado positivo.

Apresento nove conceitos que podem ajudá-lo a perceber o seu padrão mental de pensamento e consequentemente ficar esclarecido se você se transformou numa pessoa sofredora:

1. VOCÊ ESTÁ INCONSOLÁVEL
Quando algo de ruim lhe acontece, você recusa-se a ser consolado e apoiado. Nada nem ninguém consegue fazê-lo sentir-se melhor. Mesmo quando claramente se verifica que não existe nada nem nenhuma situação que permita que fique chateado, magoado ou em sofrimento, você fica com o humor em baixo. Você descarta toda e qualquer possibilidade de minimizar os problemas que possa estar a enfrentar.

2. VOCÊ ACREDITA QUE AS PESSOAS NÃO PODEM FAZER NADA PARA SE SENTIREM MELHOR
Você tonou a dor e a tristeza sua aliada na vida, porque você acha que não tem qualquer capacidade para gerir as suas emoções. Provavelmente você não resiste à frustração e fica devastado sempre que as coisas não acontecem como deseja, o que consequentemente o coloca num estado de humor diminuindo, emergindo algum tipo de sofrimento. Este padrão emocional toma o seu lugar sempre que você julga não conseguir fazer nada para conseguir sentir-se bem. E, rapidamente conclui que tem toda a legitimidade para sentir-se mal. O comportamento consequente são horas de choro, tristeza, angústia e justificações dramáticas do sucedido.

3. VOCÊ FOCA TODA A SUA ATENÇÃO NO QUE ESTÁ ERRADO NA SUA VIDA
Tente perceber se num dia normal você se foca nas coisas que aos seus olhos estão erradas, e nas pequenas coisas que lhe correm mal, concluindo que o dia foi um desastre. Provavelmente você desenvolveu uma capacidade extraordinária para reparar em todos os detalhes que possa associar a tristeza, angústia, mal estar, sofrimento, fracasso, ao ponto de ignorar por completo quase todos os acontecimento positivos.



4. VOCÊ TEM UMA MENTALIDADE DE VÍTIMA
Você pode sentir que não tem as mesmas habilidades do outros, que não lhe surgem oportunidades e que os problemas vêm sempre ao seu encontro. Quando as coisas não acontecem da forma como deseja, você encontra sempre uma justificação para comprovar a “teoria” que por mais que se esforce o resultado é sempre negativo. Seja porque os outros estão em vantagem, ou ao invés, porque você não tem as capacidades, os meios ou a inteligência dos outros. Você culpa os outros e se isso não for suficiente para você se sentir mal, vira-se contra si mesmo. Você culpa a sua educação, a sua família, os seus amigos, a sua infância e tudo aquilo a que você se possa agarrar para comprovar o seu estado crónico de vítima.

5. VOCÊ CULPABILIZA-SE
Você culpabiliza-se por situações desastrosas que nunca poderiam ser . (1) ser culpa sua, ou, (2) não são tão desastrosas como você está fazendo parecer. Por vezes a sua vida está sem drama e sem catástrofe ou sofrimento e você procura a coisa mais pequena que seja negativa para arranjar motivos para continuar a ser uma pessoa sofredora.

6. EXISTE UM PADRÃO DE NEGATIVIDADE QUE ACONTECE NOS BONS MOMENTOS DA SUA VIDA
Por vezes algumas pessoas receiam ser bem sucedidas. No caso do sofrimento, existem pessoas que já têm o hábito de sofrer tão enraizado nos seus comportamentos e pensamentos que têm medo de perder aquilo a que mais se habituaram ao longo da vida (mesmo que o façam de uma forma subconsciente). O seu padrão de pensamento defende o apego ao sofrimento e inibe os bons resultados ou bem estar que possa ser possível.

7.  VOCÊ PERSONALIZA A GRANDE MAIORIA DAS COISAS OU SITUAÇÕES
Mesmo nas mais pequenas críticas construtivas ou chamadas de atenção, você torna tudo um caso pessoal. É como se sentisse que cada vez que alguém está em desacordo consigo ou não gosta de algo que você fez, você sente-se atacado ou perseguido. Ou nas situações em que não consegue atingir algo ou as coisas não vão no rumo que pretende, vira a culpa para você mesmo e para o seu passado e condições de vida pessoal.

8. VOCÊ ACHA IMPOSSÍVEL PERDOAR A SI MESMO
Na grande maioria das vezes que você se propõe a realizar algo e não é bem sucedido, você pune-se, e volta a culpa para si mesmo. Neste estado de revolta interna, mais uma vez assume a posição de vítima de si mesmo. Perante este cenário tudo se complica e o ciclo de negatividade vai crescendo e você vai-se tornando num sofredor profissional.


9. VOCÊ NÃO ENCONTRA NADA PELO QUAL SE POSSA SENTIR GRATO
A sua forma de olhar o mundo passou a ser tão sofredora que tanto as grandes coisas como as pequenas coisas boas que lhe vão acontecendo ou que você tem na sua vida passam-lhe despercebidas. Esta é uma questão de enorme impacto negativo, dado que o filtro da negatividade não deixa que você se sinta grato na sua vida. Esta visão nublada para o que é bom e positivo impede-o de sentir-se bem com as boas coisas que tem ou acontecem e que podiam trazer-lhe satisfação e alegria.

NOTA FINAL
O que apresentei não pretende ser uma forma de diagnóstico para o sofrimento. Pretende sim descrever alguns sinais, conceitos e formas de pensamento que caracterizam a implementação de um padrão sofredor de olhar o mundo e a si mesmo. Nem todos os itens referidos têm de estar presentes para que você se considere um sofredor crónico. Fica ao seu critério perceber se algumas das situações referidas podem ajudá-lo a ficar mais consciente da forma como olha o seu sofrimento e consequentemente tomar medidas para mudar as formas de interpretação da história dos acontecimentos da sua vida.

Para aprofundar o assunto leia: Tem um problema? Deixe de ser o seu próprio carrasco

Fonte: http://www.escolapsicologia.com/sofrimento-sera-que-voce-se-transformou-numa-pessoa-sofredora/

segunda-feira, fevereiro 04, 2013

CURANDO A CRIANÇA INTERNA


JESHUA
Canalizado por Pamela Kribbe

Queridos amigos,

Uma imensa alegria me preenche hoje, enquanto me aproximo de vocês e compartilho a minha energia.
A Luz de vocês brilha e se irradia sobre o mundo, embora nem sempre vocês percebam isto.
Vocês estão fazendo a diferença na Terra, aqui e agora, nesta era em que tantas coisas estão mudando.
Neste momento do tempo, está havendo aqui uma entrada fantástica de Luz.
A consciência está evoluindo na Terra e isto agita a escuridão, fazendo-a sair do seu esconderijo, trazendo à tona muito do que é velho e podre, para que todos possam ver.
É por isto que esta era parece tão contraditória em suas manifestações.
A consciência cresce, mas pode se tornar mais escura antes que a Luz adquira uma boa sustentação e verdadeiramente brilhe no seu mundo.

Vocês são aqueles que empurram o que é velho para a superfície; vocês o obrigam a ir para céu aberto, através da sua consciência, através da sua Luz.
É para isto que vocês se sentem chamados; é isto que vocês são.
Vocês são trabalhadores da Luz.
São almas que sentem profundamente a sua missão; vocês são movidos por um chamado que também me cativou durante a minha vida na Terra.
Muitos de vocês foram meus seguidores, naquela época, ou melhor, foram seguidores dos ensinamentos e da energia que eu difundia.

Eu sou o coração de vocês, eu sou sua alma.
Não sou apenas aquele ser humano que viveu na Terra uma vez e que agora está retornando para vocês.
Eu venho aqui, diante de vocês, como uma expressão da energia Crística: sua superalma, a energia que os une, que é a sua fonte e origem.
Ela é um campo de energia que agora está se aproximando cada vez mais da Terra, tocando os corações de muitas pessoas e afetando suas emoções.

Esta onda de Luz traz muita confusão para as pessoas que não estão prontas para a mudança.
Elas se sentem inseguras; elas experimentam uma falta de sentido em suas vidas, e não sabem como lidar com estas emoções confusas.
E vocês são aqueles que estão aqui na Terra para irradiar sua Luz para essas pessoas.

Vocês são os pioneiros, vocês são os professores desta Nova Era.

Agora vocês podem se perguntar:

“Será que estou pronto para isto?

Como eu devo fazer isto?

Como faço para irradiar ou expressar a minha Luz?”.

A resposta é mais simples do que imaginam: vocês já estão fazendo isso.

Estão fazendo o que vieram fazer aqui.

Uma das razões pelas quais vocês têm tantas dúvidas a respeito de si mesmos é que têm medo de encarar a sua própria grandiosidade.

Na sua vida diária, vocês ainda nutrem muitas emoções e pensamentos negativos a respeito de si mesmos, que os fazem pensar: “Será que estou mesmo ancorado e enraizado neste lugar chamado Terra? Estou mesmo em casa neste lugar?
Será que estou verdadeiramente cumprindo a minha missão aqui?”

E eu estou lhes dizendo: especialmente quando vocês são desafiados pelo medo, desespero e desalento, é que são capazes de cumprir a sua missão.
Porque é exatamente aí que a sua Luz é mais necessária.
Ninguém está mais bem equipado para curar a dor dentro de você, do que você mesmo.
Ao iluminar a sua própria escuridão interna com amor e compaixão, você está estabelecendo um exemplo de trabalho de Luz que se irradia para os outros e os encoraja a iluminar a si mesmos.

Vocês são idosos e vêm de muito longe.
Estão se aproximando da finalização de um ciclo de encarnações.
E agora, no final deste ciclo, sua energia tornou-se delicada, cheia de compaixão e sabedoria.
Mas, ao mesmo tempo, vocês também se sentem desencorajados e de vez em quando ficam deprimidos, quando olham para o estado da Mãe Terra, esta maravilhosa criação dos reinos vegetal, animal e humano, que poderia ser tão cheia de vida e vitalidade.

Inclusive, quando observam o seu relacionamento com os outros, muitas vezes vocês sentem que está faltando alguma coisa. Sentem falta de uma certa abertura, amor, alegria, conexão.

Vocês estão com saudades de uma realidade na qual possam compartilhar estas coisas com os outros. Isto lhes causa dor.
Vocês sentem dor pelo mundo.
Sentem dor pelas pessoas ao seu redor.
Sentem dor por vocês mesmos.
Vocês sentem saudades e um amor profundo dentro de si mesmos, que lhes parece difícil expressar e incorporar aqui na Terra.

Mas eu lhes digo que vocês estão no limiar de uma Nova Era.
Tenham fé; estou aqui com vocês para ampará-los e encorajá-los.

No entanto, vocês é que vão atravessar a barreira, vocês é que vão continuar o meu trabalho.
Vocês são os Cristos da Nova Era.
Especialmente quando se sentirem deprimidos e cansados, perdendo a confiança, por favor abram-se para esta nova possibilidade, para a luz que está surgindo como uma nova manhã, e entreguem-se a ela.

Não tentem combater ou lutar contra os seus medos e tristezas.
Eles estão aí – deixem que eu tome conta deles.
Sintam a minha energia aqui e agora; eu estou com vocês.

Eu sou vocês, nós somos um.

Permitam que a luz e o conforto da energia Crística esteja com vocês e sintam como nós estamos todos conectados através desta poderosa portadora da Luz.
Vocês são os Cristos da Nova Era.

Agora eu gostaria de lhes pedir que dirijam sua atenção à parte ferida de vocês, a sua criança interior que se sentiu machucada e humilhada através de muitas encarnações na Terra.

Vocês passaram por muitas coisas, tanto nesta vida como em vidas passadas.
É esta sua querida criança interior, fisicamente localizada no seu abdome, que precisa de cuidados e atenção.
Ela precisa especialmente da paciência e da confiança de vocês.

Esta criança, a parte emocional de vocês, não se cura de uma só vez.
Ela foi profundamente ferida e, a partir dessa dor, ela cria emoções negativas na vida de vocês, tais como solidão, medo, sentimentos de abandono e rejeição.
Essas emoções apontam para o seu ferimento mais profundo.
O que vocês mais temem não é nem sequer a morte.
O que constitui a sua agonia mais profunda é a sua sensação de estarem totalmente desconectados de Deus.

O sentimento de estar separado da amorosa presença do Espírito, de ter sido cortado da luz e da conexão natural com a Criação, criou a carga mais pesada dentro de vocês. Estou lhes pedindo para enxergar essa dor no seu interior e estender as mãos para a criança interna ferida.
Imagine que você é um anjo, um representante dos reinos da Luz, e sinta como a sua energia angélica envolve o seu corpo com um manto suave e aconchegante.
É uma energia dourada que lhe quer muito bem e você pode senti-la circulando ao seu redor, da sua cabeça aos seus pés.
Repare como umas mãos douradas estendem-se para dentro do seu abdome, para a criança inocente que está lá dentro.
Diga à criança que ela é bem-vinda e valorizada além das palavras.

Diga “olá” para a sua velha dor e permita que ela esteja ali:
“Você pode fazer parte da minha vida.
Eu não estou abandonando-a.”

Esta é a compaixão pela qual você anseia, isto é o que o torna inteiro; deixe estar.

Amparar o seu próprio ser ferido, não deixar sua criança interior sofrer sozinha – esta é a energia que faz de você um Cristo.

Na sua vida diária, toda vez que você resiste à sua própria dor, desejando poder se libertar de uma vez do seu medo e da sua raiva, amaldiçoando-se por causa disso, você está decepcionando a sua criança interna.

Ao resistir à sua dor e julgar o comportamento provocado por ela, você afasta a sua criança interior.

Você diz: “Não quero mais ficar triste, nem com raiva, nem com medo.
Só quero ser feliz. Por que não posso superar isto? Eu me odeio!”

Mas a criança interna está chorando e chamando você, e ela não se curará com a sua resistência e condenação.
Tome um tempo para curar a si mesmo.

Quando sentir resistência, pare ali mesmo e sente-se.
Não vire as costas à sua criança interna, deixe a resistência ir embora pelo bem dessa criança.
Esteja presente com a sua criança ferida, permita que a energia dourada do seu ser angélico abrace-a. Não tenha medo de ser tão grandioso!

Tome todo o tempo e o espaço que você precisa para curar a si mesmo.
Não subestime as suas necessidades e a profundidade da sua dor.
Leve-a a sério.

Este processo de cura é a própria razão de você ter escolhido esta vida na Terra.
A transformação interna, pela qual você está passando, é precisamente o que você pretendia realizar, o que você foi chamado a fazer, e o que a Terra está esperando de você.

Tenha compaixão da sua dor.
Encare a desolação que existe nas profundezas do seu ser e diga a essa sua parte:

“Estou aqui para você, EU SOU o anjo que traz a Luz, eu lhe trarei a Terra Prometida.
Não tenha medo, pois estou ao seu lado, estou atrás de você, estou na sua frente e estou dentro de você.
Eu não venho de cima, eu não venho de baixo, eu venho da sua alma.
Eu Sou a essência do Seu Ser.”
Vocês estão se tornando anjos na carne.
Vocês são anjos encarnados na matéria física.

Vocês têm muito a dar e compartilhar com as pessoas, mas não deixem que isto os distraia.

Cada um de vocês é o número um na sua própria vida e precisa estar sempre conectado com a sua criança interior.

No momento em que você sentir que as suas emoções estão ficando indisciplinadas, que você está intranqüilo, tenso, ansioso ou aborrecido, assuma isso imediatamente.
Isto é mais importante do que qualquer outra coisa que você precise fazer na sua vida.
Até as outras pessoas estão em segundo lugar. A sua vida diz respeito a você.

Você só pode canalizar o seu anjo de luz para a sua existência humana, se também estiver desejando alcançar a sua parte mais escura.
Tome tempo e espaço para a autocura.
Faça qualquer coisa que o ajude ou conforte, seja buscar conselho espiritual, ler livros, dar um passeio ou preparar uma refeição gostosa para si mesmo.
Alimente-se tanto no nível espiritual quanto no humano.
Permaneça focalizado e faça tudo com calma, respeitando o seu próprio tempo.
É assim que a autocura acontece.
É assim que você encarna a luz do seu anjo e faz o que pretendia fazer aqui nesta vida.
Ela diz respeito a você!

Nós os saudamos.

Estamos aqui em grande número, um número muito maior do que vocês pensam!

Há anjos e guias rodeando cada um de vocês.
Eles querem ajudá-los a encontrar seu caminho na vida.
Existe muito apoio do cosmos para vocês, muito respeito e encorajamento.
Vocês são aqueles que estão fazendo o que tem que ser feito na Terra; isto nós não podemos fazer por vocês.
Mas faremos tudo o que pudermos para lhes enviar alegria e consolação.

Esta é verdadeiramente uma era de transformação.

Por favor invoquem-nos, nós estamos aqui para vocês.
Estamos cruzando esse limiar juntos e parece que vai ser um Ótimo (Novo) Tempo!
_______________________

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Revisão: Luiz Corrêa
http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2013/01/curando-crianca-interior.html