sexta-feira, novembro 30, 2012

Adesão ao Bloglovin

Follow my blog with Bloglovin

Método de Energização dos Cristais

Apresentamos algumas maneiras de como fazer uma energização em seu cristal:

a) Para quem mora perto de um rio ou riacho, é uma ótima opção, deixar a água da correnteza cair sobre os cristais por alguns minutos.
b) Deixe os cristais exposto à luz solar, no mínimo por seis horas, ou deixe exposto a luz lunar, ficando a noite inteira.
c) Pegue um ou dois cristais de cada vez.
Segure-os na mão, deixando a água da torneira cobrir os cristais, imaginando uma luz dourada penetrando no cristal.
Permaneça com os cristais na água por 2 minutos ou mais.
d) Enterre os cristais e deixe-os por 24 horas.
e) Deixe os cristais perto de uma Drusa (Quartzo transparente com várias pontas) por algumas horas.

Método de Programação

Os cristais podem ser programados para determinados fins.
Para iniciar uma programação em um cristal, é preciso estar em um ambiente calmo e inspirar bastante amor para dentro do cristal.
Os cristais são sensìveis à mente, por isso, tenha cautela e paciência ao iniciar uma programação. Caso durante a programação surgir alguma interrupção, recomesse todo o processo novamente.
Se quiser programar o cristal para outros fins, lembre-se que é preciso passar pelo processo de limpeza e de energização, e então, dê a sequência da programação.

Este processo é dividido em 3 partes:

1) Escolha um cristal de sua preferência (quartzo transparente ou qualquer cristal colorido),
2) Segure-o na mão direita, pense mentalmente qual irá ser a sua função.
Ex: “Este cristal vai curar…”,
3) Permaneça com o cristal na mão por mais 10 minutos.


http://www.portalangels.com

Fonte: http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2012/11/metodo-de-energizacao-dos-cristais.html

quinta-feira, novembro 29, 2012

Alimentos que ajudam no bom funcionamento do cérebro

Fonte: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=421525517921377&set=a.264619200278677.62098.264220393651891&type=1&ref=nf

quarta-feira, novembro 28, 2012

Introdução aos Cristais

Os cristais, desde as culturas antigas do mundo, eram usados para curar e equilibrar o ser humano.

Na cultura antiga da Índia, Grécia e Egito, os cristais eram usados para energizar remédios e auxiliar na medicina, trazendo a cura para muitas pessoas.

Os cristais são poderosas ferramentas que trazem o equilíbrio natural para as partes: físicas, psicológicas e espirituais. Eles representam o poder da natureza superior.

Os cristais podem ser usados em conjunto com outras terapias, tendo uma afinidade especial com a terapia de cores.

A energia que sai dos cristais, é uma composição dos elementos da natureza e dos raios vibracionais. Transmitem uma espécie de raio que é absorvido pelo corpo fisico.

Esses raios absorvidos pelo corpo, desbloqueiam e alinham os chakras, que são os sete centros de energia que todos nós possuímos.

Os cristais podem ser usados nas práticas de meditações e visualizações.

Podemos invocar a presença de um cristal através de nossos pensamentos, apenas imaginando sua cor.
Eles trazem energia vibracional de alta frequência, amplificado e focalizado nas energias naturais do corpo e da mente.
Cada cristal tem uma função específica, de acordo com seu tamanho e coloração.
Os cristais grandes, como por exemplo a Drusa por ser um quartzo de várias pontas, é excelente para as limpezas dos ambientes.
Os cristais mais comuns, são os cristais de quartzo (transparente), por sua maneira fácil de usar e alinhar os chakras.
Os cristais coloridos são usados em cima de cada um dos chakras, a fim de atingir problemas específicos, como por exemplo uma dor de cabeça.
Não é aconselhável para os iniciantes em cristais, começar com os cristais coloridos.
O seu uso incorreto poderá não trazer os resultados esperados.

http://www.portalangels.com
Fonte: http://saintgermanchamavioleta.blogspot.pt/2012/11/introducao-aos-cristais.html

terça-feira, novembro 27, 2012

segunda-feira, novembro 26, 2012


Como fazer as pazes com o seu passado castrador

O passado faz parte das nossas vidas. O passado vive em nós. Por vezes o passado pode ter sido tão incisivo que nos deixa marcas carregadas de negatividade. Se pouco a pouco transformamos essa negatividade numa cruz que carregamos diariamente, o peso da cruz pode ser tal que nos inferniza a vida.  Todos podemos recordar momentos das nossas vidas que consideramos como terríveis. Mas, se esses acontecimentos na atualidade afetam a sua vida de forma a empobrecê-la do ponto de vista emocional, esses acontecimentos não foram apenas terríveis no passado, eles continuam dia após dia a abrir feridas. Certamente alguns desses acontecimentos foram duros, exigiram de si, fizeram-no sofrer, foram injustos, afastaram-no do caminho que pretendia realizar. Talvez você tenha ficado ressentido e isso se verifique na sua forma de pensar, na sua atitude e comportamentos, não só consigo mesmo, mas também com os outros. Eventualmente você sente a sua vida a fugir-lhe entre os dedos, e até pode ter desejado ser de uma outra forma. Mas apesar de todos os esforços, o passado aparece-lhe tal “fantasma” e atormenta-lhe a vida. Conseguir superar o passado castrador pode trazer à sua vida algo de muito bom, tal como tem acontecido a pessoas que conseguem elevar-se acima dos seus acontecimentos traumáticos e retiram valor para as suas vidas. Em psicologia apelidamos esse fenómeno de crescimento pós-traumático.

PRESO NO PASSADO
Em algumas tentativas desesperadas de ultrapassar o seu passado, pode até ter enveredado por comportamentos menos próprios e institui alguns maus hábitos na sua vida. Tem consciência disso, mas acabou por aceitá-los e convive agora com eles. Afeiçoou-se, assumiu-os como seus,  fazendo agora parte de si. É como a célebre frase: “Se não consegues vencê-los junta-te a eles“. Assim parece acontecer com o nosso passado, com os caminhos que vamos percorrendo e que nos empurram para um trilho de insatisfação. Sabemos que estamos no lado errado da margem, mas como não encontramos forma de atravessarmos para o outro lado, vamos levando a vida olhando para o lado desejado. Nós estamos do lado errado e vamos contemplando o lado em que desejaríamos estar. É como uma tortura permanente. É como estar a viver no passado olhando para o presente. Vivemos a vida que julgamos ter de viver, olhando para aquela que gostaríamos de estar a viver. Este cenário tem tudo de destruidor, de gerador de infelicidade.

“Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente.” - William Shakespeare

Não quero com esta descrição transmitir a ideia que não é possível deixarmos o passado onde ele pertence, no passado. Os acontecimentos negativos passados vivem em nós como memórias que deixaram uma tatuagem emocional de grande impacto, que nos empurram para a outra margem. Ou melhor, nós criamos a “ilusão” que os acontecimentos passados nos empurram para a outra margem. Mas, na verdade o que nos retira do caminho desejado são todas as alterações que fomos fazendo na nossa forma de pensar, sentir e agir. À luz do passado fomos instituindo crenças limitadoras que moldaram de forma negativa a nossa forma de ser.

“Não hipoteque os seus sonhos e a si mesmo ficando preso no passado castrador. Você é tudo quanto você têm.”

Aceitar o passado é benéfico, mas aceitar passivamente o quão os acontecimentos passados nos alteraram negativamente, aceitar os comportamentos indesejados que nos “forçou” a adotarmos, isso não, isso é destruidor. Devemos aceitar as consequências que os acontecimentos passados tiveram, mas cuidadosamente analisar o impacto que podem ter tido em nós, e o quanto o ressentimento, angústia e deceção gerada nos afeta a forma como enfrentamos atualmente a vida. O quão a forma como agimos à luz dos acontecimentos negativos passados nos prejudica a vida presente e futura.

A reter: Abraçar o seu passado, mesmo que seja um passado muito castrador, é um dos maiores presentes que você pode dar a si mesmo.

O que acontece quando você fica preso na lamentação, vitimização, vergonha e outros sentimentos negativos? Isso tem um enorme impacto negativo na sua vida atual, promove a infelicidade e impede que você siga em frente. O passado castrador é como uma sombra escura e deprimente, acinzentando tudo o que você faz, sente e diz. É importante abraçar este tempo escuro da sua vida e até mesmo perceber que pode ter sido um trampolim para a pessoa que você se irá tornar, mas apenas se for capaz de aprender com ele, seguir em frente e concentrar-se no que é importante: o presente e o futuro e a ideia que você tem daquilo que quer vir a tornar-se.

A reter: Não deixe que as suas falhas, angústias, incertezas, medos, pensamentos e sentimentos negativos oriundos do passado se transformem no seu carrasco. Não deixe que isso determine as suas ações e muito menos quem você é. Você tem de decidir os seus objetivos e o que pretende ser, por você mesmo. Pelo seu estado de ser mais elevado, positivo, otimista e esperançoso.


ACEITE E FAÇA AS PAZES COM O PASSADO
Aceite o seu passado, faça as pazes com o seu passado. Isso promove a superação dos acontecimentos castradores. No entanto, perceba que o condicionamento que o seu passado pode ter feito na sua vida e na sua forma de olhar o mundo, empurrou-o para a margem do rio que você não quer estar. É preciso monitorizar que efeitos pejorativos isso tem vindo a ter na pessoa que você é hoje, e o que pode fazer para mudar para melhor. O que pode fazer no que diz respeito à aprendizagem de novos comportamentos, atitudes e formas de pensar para libertar-se das angústias do passado?

Então, como pode você ver o lado positivo na escuridão do seu passado? Como pode você fazer as pazes com o seu passado castrador e potenciar a sua vida?

Lembre-se que você estava num lugar diferente na sua vida. Nesse momento difícil as circunstâncias eram diferentes do que são agora. Podem estar no momento atual a gerar-lhe arrependimento, ou angústia ou algum tipo de reatividade negativa. Se você está arrependido e sente remorsos ou sentimento de culpa, perceba que você teve os seus motivos para agir da maneira que causou o problema. Talvez o seu comportamento tenha permitido aguentar uma determinada situação. Talvez você agisse por segurança ou por medo. Ou talvez você não tivesse atingido um estado de desenvolvimento e conhecimento que lhe permitisse agir satisfatoriamente. O que importa perceber hoje, é que a situação não pode ser comparada com a maneira como você pensa, sente e age na atualidade. Olhe o seus erros passados de forma a retirar algo que lhe sirva para seguir em frente sem cometer os mesmo erros. Se foi um acontecimento que esteve fora do seu controle, mas que o perturba, alterou a sua rotina ou forma de estar na vida, entenda que nada lhe serve indignar-se com a situação. É você que sofre com os sentimentos negativos daí advindos e certamente não o capacitam em nada.
Veja o seu passado como um portal que o conduziu para o lugar que você está agora. Talvez você esteja numa relação mais saudável. Talvez você já tenha superado as suas lutas com a redução de peso e ter um relacionamento saudável com seu corpo agora. Talvez você tenha encontrado a carreira dos seus sonhos ou, talvez, você só tenha crescido como pessoa. Se a apreciação que faz do estado em que se encontra é de sofrimento, então importa ter esse sentimento como ponto de partida e perceber que existe a possibilidade de olhar o seu passado por outra perspetiva. Olhe o passado pela perspetiva positiva. Olhe o seu passado menos bom como uma possibilidade de elevar-se acima dos acontecimentos que o fizeram e continuam a fazer sofrer. Você tem agora possibilidade de olhar para si como um agente do seu futuro. Como uma pessoa que pode perceber o quanto o seu passado o tem afetado e decidir não deixar que isso se perpetue. Você tem a possibilidade de lidar com a deceção do seu passado, desapegar-se dele, aproveitar o que pode vir a servir-lhe e inibir o que o prejudica.  Comemore esse fato.
Use-o para o bem. Verifique se a sua experiência pode ser uma mais valia para outras pessoas que possam esteja a sofrer com algo idêntico à sua experiência passada. O que você pode fazer para usar o seu passado para criar uma mudança duradoura na vida de outras pessoas? Como você pode usar as lições que aprendeu para ajudar outras pessoas na mesma situação? Dê aos seus acontecimentos difíceis do passado uma boa razão e utilidade e usando-os para fazer deste mundo um lugar melhor.
Deixe ir o passado. Utilize a sua capacidade imaginativa e de visualização criando um cenário na sua mente que leve em consideração o ponto um, e perdoe a si mesmo, ou aqueles que o magoaram, ou à própria vida que possa ter sido incisiva e trágica. Seja sincero e compassivo para com você mesmo. Ao desapegar-se do seu passado dando um novo significado aos acontecimentos perturbadores você permite curar o passado. Encerre esse capítulo da sua vida com o final que você deseja e possa servir-lhe no futuro. Não, você não vai esquecer o que aconteceu, mas agora isso pertence ao passado e você pode olhar para o futuro sem inibição ou perturbação das suas decisões e bem-estar. Viva no presente. Não se paralise pelo passado.
‎”Encarar a vida pela frente… Sempre… Encarar a vida pela frente, e vê-la como ela é… Por fim, entendê-la e amá-la pelo que ela é… E depois deixá-la seguir… Sempre os anos entre nós, sempre os anos… Sempre o amor… Sempre a razão… Sempre o tempo… Sempre… As horas.”

- Virginia Woolf

Faça as pazes com o seu passado e viva a sua vida.

Fonte: http://www.escolapsicologia.com/como-fazer-as-pazes-com-o-seu-passado-castrador/

sexta-feira, novembro 23, 2012

ELEVA-TE!

A verdadeira ascensão do homem começa no momento em que ele percebe que tudo o que procurou nos outros, durante anos e vidas, se encontra dentro dele. O alimento e o reconhecimento, a compaixão e o perdão, mas acima de tudo o Amor. Todos nós somos ou já fomos vampiros esfomeados, capazes de planear ataques perfeitos. Todos nós já nos alimentámos de pessoas, provámos o sangue das suas almas e sugámos a sua energia. E tudo isto para quê? Para que elas nos possam reconhecer, para que possamos ouvir, diariamente, o que precisamos mas não temos onde nem como encontrar dentro de nós. Para que elas nos digam aquilo que queremos ser e alimentem o nosso ego. Esta prática, necrófaga, é recorrente em todos os seres humanos em não ascensão. Todos nós já procurámos, nos outros, os seus braços de compaixão para nos ampararem e nos darem “cólinho”. Todos nós já nos refugiámos em suas casas, abusando do seu espaço, porque não conseguimos estar sozinhos na nossa e enfrentar o boi pelos cornos. Todos nós já precisámos deles porque em determinada altura da vida fomos uns coitadinhos e a vitimização ainda é o melhor caminho para termos direito à atenção alheia. E tudo isto para quê? Para que nos possam perdoar, para que nos possam entender e proteger com festinhas e cafunés que, na maioria das vezes, nem lhes apetece dar, mas como é amigo tem de ser, e a partir daí consigamos abrir, novamente, os olhos e seguir com a nossa vida. Esta é, também, uma prática recorrente em todos os seres humanos em não ascensão. Por último, todos nós já exigimos que os outros nos amassem para que nos pudéssemos sentir amados. Já quisemos que a nossa companheira, o nosso amigo ou o nosso familiar estivesse disponível a dar os cem porcento dele mais os cinquenta porcento que faltavam de nós, quando na realidade isso não é possível, pois nenhum todo é superior a cem porcento e o pior é que muitos ainda têm e tiveram o descabimento e a coragem demente de cobrar e dizer: “não sou feliz contigo porque não me dás o que preciso”. Este comportamento egoísta padece, ainda, de uma patologia infecto-contagiosa, pois o passar do tempo acabará por trazer à pessoa com quem nos relacionamos todas as frustrações interiores que guardamos cá dentro, resultantes de um passado mal dirigido, e adulterar para sempre a sua autoconfiança, auto-estima e felicidade. Esta doença caracteriza de igual forma todos os seres humanos em não ascensão.
A verdadeira ascensão do homem começa no momento em que ele percebe que tudo o que procurou nos outros, durante anos e vidas, se encontra dentro dele. E não há ascensão sem um caminho. E não há um bom caminho, se não o fizermos sozinhos. Se custa? Custa. Se dói? Dói. Se é sofrível? Por vezes. Se é vital? É. Se vale a pena? Sempre.

in "Os Laços que nos Unem", 2008
Fonte: http://gustavosantosescritor.blogspot.pt/2012/11/eleva-te.html

terça-feira, novembro 20, 2012

20 dicas para emagrecer sem passar fome

Fazer dieta sem passar fome parece bom demais para ser verdade? A mudança de pequenos hábitos, a substituição de alguns alimentos e uma atenção redobrada para com o seu corpo e a forma como o trata é o suficiente para perder aqueles quilinhos a mais e sem grandes sacrifícios.
  1. Comece a prestar atenção ao seu corpo – quando é que fica com fome? Porquê? Quando é que normalmente come? Porquê? Saiba distinguir quando come porque tem realmente apetite de quando come apenas por “gulodice”, por estar aborrecido ou porque alguém à sua volta está a petiscar alguma coisa. Para domar o seu apetite e perder peso há que comer bem! Parece um contra senso? Não é!
  1. Decifrados os momentos de verdadeira fome, há que comer, mas coma apenas até se sentir saciado, ou seja, sem fome. Isto porque normalmente comemos até nos sentirmos cheios, o que significa que já foi demais! Se ficar novamente com fome antes do que é habitual, não faz mal. Coma até que deixe novamente de ter fome. Em pouco tempo habituar-se-á a “sentir” o seu corpo e a responder-lhe de forma natural e eficaz. Comer mais vezes ao longo do dia, mas em menor quantidade, tem grandes vantagens!
  1. Passar fome ou saltar refeições não é uma dieta, é prejudicial para a saúde. Os estudos comprovam que quem emagrece naturalmente, com recurso a uma dieta progressiva e saudável, terá maior probabilidade de manter o seu peso a longo prazo, ao contrário de alguém que recorre a uma dieta “louca” e rápida. Sim, pode ver resultados imediatos, mas a longo prazo vai perdê-los de vista num abrir e fechar de olhos!
  1. Nunca é demais focar a importância de um bom pequeno-almoço. Se sair de casa sem a energia necessária para enfrentar mais um longo dia, não é apenas a sua barriga que vai reclamar! O cansaço, a desconcentração e a má disposição irão tomar conta de si e, quando a barriga começar a dar horas, vai devorar tudo o que lhe aparecer à frente… é aqui que surgem misturas alucinantes como o café e o rissol ou uma Coca-Cola e uma empadinha a meio da manhã! Se não estiver habituado à primeira refeição do dia, treine o seu corpo para aprender a gostar novamente do pequeno-almoço: comece com um iogurte ou uma peça de fruta, adicione uma torrada, uma malga de cereais, um café com leite, um sumo natural… não tarda nada começa a acordar cheio de fome e vai sentir-se em forma todo o dia!
  1. Dentro do possível, faça de cada refeição, um verdadeiro ritual. Concentre-se nos alimentos, coma devagar, mastigue bem, saboreie cada garfada, fazendo várias pausas até terminar. Se seguir este processo será mais fácil aperceber-se do momento em que já está satisfeito. Isto também implica que não pode aproveitar o almoço para fazer aquelas cinco mil chamadas ou responder a uma tonelada de emails que estão à sua espera há dois dias. Reserve sempre pelo menos meia hora na sua agenda para desfrutar de cada refeição.
  1. Quando se sentar à mesa, procure não encher o prato em demasia, se não, vai sentir-se na obrigação de comer tudo, mesmo que já não lhe apeteça nem mais uma garfada. Menos é mais… e vai ter oportunidade de comprovar isso mesmo!
  1. Analise a sua dieta actual, principalmente as comidas que engordam ou que se enquadram na roda de alimentos pouco sadia. Engordamos por um motivo muito simples: ingerimos mais calorias do que aquelas que gastamos. Por isso, há que cortar o mal pela raiz, ou seja, eliminar (ou reduzir) o consumo de alimentos que não condizem com uma alimentação saudável, começando pelos doces, as refeições pré-cozinhadas, os fritos, os petiscos e os salgadinhos; os refrigerantes e as bebidas alcoólicas; as carnes gordas (as de ganso e de pato também se incluem aqui); os molhos muito saturados; queijos gordos, os enchidos e as salsichas. Já percebeu não já? Evite estes alimentos porque são altamente calóricos, não saciam e não trazem qualquer benefício nutritivo, havendo, felizmente, muitos substitutos à sua altura!
  1. Segue-se então a substituição de alguns alimentos, pequenos gestos que vão fazer uma grande diferença na sua ingestão diária de calorias. Pode, por exemplo, trocar o leite, a manteiga, o queijo e os iogurtes meio gordos, pelos magros; em vez de maionese, opte por colocar mostarda nas suas sandes; em vez de açúcar, tome o seu café com adoçante ou abdique de ambos; troque um hambúrguer por uma sanduíche de frango com tomate e alface; esqueça as batatas fritas e asse uma batata em papel de alumínio para acompanhar o seu bife grelhado; quando for à padaria traga pão de mistura, centeio ou integral, em vez das habituais bicas. Como vê, existem muitas alternativas para saciar o seu apetite de forma saudável e… apetitosa!
  1. Beba muita água! Cerca de 70% do corpo humano é composto por água, por isso, faz todo o sentido ingerirmos um e meio a dois litros deste precioso líquido por dia. Para além de hidratar, ajuda a eliminar toxinas e não tem calorias! Por vezes o seu corpo confunde-se e emite sinais de fome quando na realidade o que tem é sede. Da próxima vez que sentir fome, beba um copo cheio de água. Em substituição da água, ou só para variar, faça uma bela caneca de chã, privilegiando o de cidreira, tília, jasmim ou roseira brava. Modere a ingestão de café (mais de 3 por dia começa a ser prejudicial) e de vinho tinto (1 copo por dia é um poderoso antioxidante).
  1. Diga sim aos alimentos com alto teor de água e fibras, como a fruta e os legumes. Devido à sua constituição, são comidas que satisfazem o nosso apetite em quantidades menores e, claro, com muito menos calorias! É daqui que vem a (bem sucedida) estratégia de comer, antes das principais refeições, uma boa sopa ou salada. Para além de ser uma entrada que satisfaz o mais voraz dos apetites, só o seu aspecto já “enche”, o que o leva a comer muito menos quando chegar o prato principal… e a melhor parte é que não vai ficar com fome.
  1. Junte vegetais a tudo: salteie com massa ou arroz, acompanhe com um peixe grelhado, como recheio de uma boa omelete ou para fazer uma pizza vegetariana. Fonte de energia preciosa, os vegetais ajudam a acelerar o seu metabolismo.
  1. Faça da fruta o seu snack de eleição! Para além de saciar a fome, está recheada de vitaminas e nutrientes e há uma grande variedade por onde escolher. O seu organismo e paladar agradecem o facto de não terem que comer sempre a mesma coisa!
  1. Comer mais, sentir-se saciado e perder peso é possível, se escolher alimentos como: ovos (rico em proteínas); sopas (poucas calorias e muitas vitaminas, minerais, fibras e água); guisados; cereais, massa e pão integral; carne magra (especialmente frango e peru); peixe (possui Ómega 3, uma gordura saudável e fósforo, que é excelente para o cérebro), tofu, nozes, leguminosas (ervilhas, favas, feijão, soja, grão) e legumes (os de folha escura fornecem cálcio, ferro e antioxidantes).
  1. Use e abuse das fibras! Estas maravilhas da dieta moderna enchem e demoram a digerir, o que o vai deixar satisfeito durante mais tempo. Como não são absorvidas pelo organismo, são ainda o aliado perfeito para regular o trânsito intestinal.
  1. A ideia não é banir os doces da sua vida por completo, mas sim alertá-lo para as artimanhas que estas pequenas delícias nos preparam: apetece-nos uma mousse de chocolate que devoramos em dois tempos, sentimo-nos bem, mas não tarda nada (sim porque este género de alimento não sacia!), os níveis de glicose descem vertiginosamente e o resultado? Queremos outra mousse e porque não uma fatia de cheesecake!? Se comer bem ao longo do dia, todos os dias, estes ataques súbitos e vorazes têm tendência a desaparecer e vai passar a saborear os doces de uma forma mais natural e equilibrada. Uma vez por semana, os doces são um mimo, mas se recorrer a estas bombas calóricas para matar a fome, prepare-se para dar as boas-vindas aos quilinhos que perdeu no mês passado.
  1. Sabia que uma batata média tem cerca de 100 calorias quando cozida, mas 700 se for frita!? Para manjares rápidos, saborosos e nutritivos opte por cozer, grelhar ou assar os alimentos, evitando ou reduzindo a utilização de óleos, azeites, manteigas e margarinas. Cozinhar com sabedoria é simples! Recorra às panelas de pressão ou a vapor, sem esquecer o forno e o microondas e, na hora de pegar nos tachos, escolha os antiaderentes.
  1. Comer fora pode muitas vezes “acabar” com um regime equilibrada, mas não tem necessariamente de ser assim. Algumas das dicas já mencionadas valem tanto ou mais quando se alimenta fora de casa: comece sempre por uma sopa ou salada para diminuir, à partida, a ingestão de calorias extra; evite os molhos, as natas e a manteiga… e por esta ordem de raciocínio, o cesto do pão; como acompanhamento opte por saladas e legumes em detrimento das habituais batatas e arroz; quando confrontado com a dupla b & a, escolha apenas um, nunca os dois! A sobremesa pode ser “fatal”, por isso, uma salada de fruta ou um sorvete é sempre uma boa opção. Claro que se estiver a celebrar uma ocasião especial ou se não tem cometido grandes excessos, não é uma bela fatia de bolo de chocolate que vai arruinar a sua saúde… pelo contrário!
  1. Uma alimentação saudável deve ser variada, não só para permitir a ingestão dos nutrientes essenciais ao nosso bem-estar (proteínas, hidratos de carbono, vitaminas, sais minerais e gorduras), mas também para nos satisfazer, evitando assim os ataques constantes de desejos por salgadinhos ou pastas de chocolate inteiras! Para ajudar, imprima esta cábula e coloque-a na porta do frigorífico:
    1. 4 – 11 porções de hidratos de carbono (cereais, pão, arroz, massa…)
    2. 3 – 5 porções de hortícolas
    3. 1 – 2 doses de leguminosas
    4. 3 – 5 doses de frutos
    5. 2 – 3 doses de peixe ou carne, leguminosas e ovos
    6. 2 – 3 porções de lacticínios
    7. Se seguir este plano alimentar, os quilos vão desaparecer e você será um exemplo de quem tem saúde para dar e vender!
  1. Uma alimentação salutar só tem a ganhar se a ela aliar uma rotina de exercício físico. Muito ou pouco, o importante é mexer-se pelo menos três vezes por semana. O motivo é muito simples: queima calorias, o que reduz a gordura, o que aumenta a massa muscular, o que acaba por acelerar o metabolismo, o que, por sua vez, queima calorias (mesmo enquanto dorme!). É dos melhores ciclos viciosos que existem! Para além de se sentir melhor consigo próprio, vai viver cada dia com mais energia e produtividade, uma atitude que até o vai ajudar a manter o regime alimentar. Está convencido?
  1. Emagrecer de forma natural e saudável não tem de ser sinónimo de muitas privações ou horas infinitas com o estômago colado às costas! É, acima de tudo, uma questão de estilo de vida. Para resultados duradouros e um bem-estar global, invista numa relação estável com a roda dos alimentos, sem esquecer o exercício e outros passatempos como estar com os amigos, viajar ou ler. Assim, a comida deixa de ser uma obsessão e é você que passa a estar em primeiro plano!


Fonte:http://aminhadieta.com/artigos/20-dicas-para-emagrecer-sem-passar-fome

domingo, novembro 18, 2012

10 ANTI-INFLAMATÓRIOS NATURAIS QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR EM CASA

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=381772551903809&set=a.117283701686030.27460.116414041772996&type=1&ref=nf

MAMÃO
O mamão é um alimento com propriedades anti-inflamatórias, o mamão contém papaína, uma enzima que digere proteínas. Em conjunto com outros nutrientes tais como vitaminas C e E, a papaína ajuda a reduzir a inflamação, e melhora a digestão e cicatrização de queimaduras.

CHÁ VERDE
Os flavonóides no chá verde são potentes anti-inflamatórios naturais, compostos que foram mostrados em diversos estudos podem reduzir os riscos de doenças cardíaca e cancro.

AZEITE VIRGEM EXTRA
O azeite é rico em polifenóis, que protege os vasos do coração e sangue de inflamação. As gorduras monoinsaturados no azeite são também transformados em agentes anti-inflamatórios pelo corpo, que pode diminuir a ocorrência de asma e artrite reumatóide.

BATATA DOCE
A batata doce é uma boa fonte de hidratos de carbono complexos, beta-caroteno, o manganês, a vitamina B6 e C, bem como fibra dietética. Trabalhando em conjunto, estes nutrientes são poderosos antioxidantes que ajudam a curar a inflamação no corpo.

BRÓCOLIS
O brócolis é um vegetal altamente nutritivo que contém fitonutrientes, um anti-inflamatórias, e anti-câncer como o sulforafano, que ajuda o corpo a se livrar de compostos potencialmente carcinogênicos.

COGUMELO SHIITAKE
Já bem difundido no Brasi, o Cogumelo Shiitake é usado por chineses e japoneses desde os tempos antigos, ele é reverenciado por suas propriedades imune-impulsionare seu sabor suave esfumaçado.

SALMÃO
A maravilha dos Peixes, o Salmão é uma excelente fonte de EPA (ácido eicosapentaenóico) e DHA (ácido docosahexaenóico), dois potentes ácidos graxos ômega-3. Os benefícios do ômega-3 têm sido apoiados por inúmeros estudos e eles variam de prevenção de doenças cardíacas e alguns tipos de câncer a reduzir os sintomas de doenças auto-imunes e distúrbios psicológicos.

GENGIBRE
O gengibre contém uma série de agentes cientificamente comprovadas para alívio da dor. O gengibre contém uma enzima que digere proteínas chamado zingibain, que aparece para aliviar a dor da artrite, reduzindo a inflamação. O anti-inflamatória de gengibre compara-se favoravelmente com a aspirina. A raiz do gengibre é também rica em dois grupos de compostos conhecidos como os shaogals e Gingerols. Estes compostos são poderosamente antioxidante, ajudando assim a evitar que as células tenham uma destruição prematura.

ABACATE
O óleo de abacate tem uma composição de gordura semelhante ao azeite de oliva e contém alto teor de gorduras monoinsaturadas benéficas ao coração. Com um ponto de queima ainda mais elevado do que o óleo de oliva, torna-se ideal para ser usado com óleo de cozinha.

MANJERICÃO
O manjericão é capaz de reduzir o inchaço e inflamação em pacientes com artrite em cerca de 73%.
Em seu prato predileto, atire um punhado de folhas de manjericão fresco de tamanho médio (adicione a salsa também, se você quiser) e mexa."

A nossa fonte:
www.facebook.com/juventudesustentavel.oficial
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=293147537470436&set=a.246696032115587.54448.236992903085900&type=1&theater

sábado, novembro 17, 2012

Melhore-se a si mesmo, superando-se

A psicologia em geral e mais concretamente a psicologia positiva em particular debruçam-se sobre o ótimo funcionamento humano, focando-se nas forças, virtudes e habilidades que cada um de nós possuí, assim como no estudo e relevância que as emoções positivas  têm para o bem-estar e felicidade na nossa vida. Cada pessoa comporta em si um enorme potencial. Na base dessepotencial está a enorme capacidade de aprendizagem que nós enquanto seres humanos somos dotados. Nascemos com um impulso insaciável para a aprendizagem. Aponto veemente que na promoção das nossas forças, virtudes e habilidades está a magnifica capacidade de aprendermos. E, para melhorarmos e superarmos a nós mesmos ou aos nossos pontos fracos, a capacidade de aprendermos joga um papel central.

CEDER ÀS DIFICULDADES OU ENFRENTAR A SITUAÇÃO?
As vicissitudes da vida, os acontecimentos do dia-a-dia, o stress, a ansiedade, os períodos de desilusão e desânimo, as perdas, os fracassos, os recuos, as doenças, os problemas psicológicos e a incerteza do futuro são tudo justificações mais que suficientes para nos mandarem abaixo e com isso sofrermos. É praticamente certo que em determinada fase da vida todos nós nos possamos debater com algo idêntico ao descrito anteriormente. Ficamos suscetíveis à desesperança e podemos colocar as nossas forças em causa.
Perante tal cenário, duas possibilidades podem efetivar-se. Cedemos às dificuldades e sentimo-nos infelizes, derrotados e vitimizados pelas circunstâncias, prejudicando a nossa qualidade de vida. Ou, enfrentamos as situações, apoiamo-nos a nós mesmos, reunimos as nossas forças e persistimos à derrota e às dificuldades, colocamo-nos no caminho das soluções, superando-nos. Por muito que nos possa custar admitir, essa é sempre uma decisão que podemos escolher. Se você se encontra a passar por um cenário idêntico, o que escolhe para si?
O que pretendo neste artigo é apresentar um conjunto de considerações e abordagens que possam contribuir para a construção da noção que temos em nós mesmos potencial para nos melhorarmos e superarmos, quer as nossas fraquezas internas, quer as situações problemáticas com que nos deparamos.

SUPERE O PASSADO
Ao longo da vida vamos construindo a nossa história, vamos registando na nossa memória os acontecimentos e experiências em que somos o ator principal. Vamos tatuando a nossa mente com alguns episódios que nos marcam, positivos e negativos. Evidentemente que os episódios negativos podem deixar um tipo de marca que nos incapacita, que nos tolda a esperança e que nos gera angústia e ressentimento. Se for o seu caso, se sente que o seu passado o persegue, que o mantém preso na dúvida, na descrença e tem vindo a retirar-lhe alegria de vida e perspetiva de futuro, quero transmitir-lhe a mensagem que pode ser possível livrar-se dessa angústia esuperar o seu passado menos bom.
Provavelmente a angústia relativamente ao seu passado tomou proporções desmedidas, você fundiu-se e consequentemente confunde-se com o seu passado. Eventualmente julga ser o seu passado e olha para o seu dia a dia sempre na presença dos “fantasmas do passado” que assombram as suas possibilidade de vida futura. Claro que certamente tem legitimidade para isso. Mas, digo-lhe que você não tem de ser vítima daquilo que lhe aconteceu, as marcas podem ser profundas e algumas até provavelmente comportam algumas perdas, no entanto, a superação é possível.
Você é mais que os seus acontecimentos. Você é aquele que tem possibilidade de reestruturar o significado que atribuiu a alguns dos acontecimentos que o prendem a uma vida nebulosa. Provavelmente grande parte das suas capacidades de aprendizagem, de decisão e de planejamento mantêm-se intactas. Tente perceber aquilo que ainda gosta, que sente alegria, ou que sentia antigamente? O que sabe fazer que lhe dá satisfação? Onde perde a noção do tempo? Pondere que eventualmente a tristeza prolongada enraizou-lhe o hábito de olhar para as coisas de forma acinzentada. Quebre o hábito da vitimização, elimine as desculpas paralisantes e movimente-se por aquilo que quer: melhorar-se a si mesmo.
Devido à capacidade plástica que o nosso cérebro tem, é possível reestruturar crenças, hábitos, pensamentos, comportamentos e sobretudo a nossa história passada. Esta maravilhosa capacidade cerebral fornece-nos a possibilidade de flexibilizarmos o pensamento e reavaliarmos situações passadas de forma a que nos sirvam e permitam construir uma nova maneira de perspetivar o futuro. Aprofundei o assunto no artigo: Curar o passado, resignifique os acontecimentos traumáticos numa história capacitadora.
FILTRE POSITIVAMENTE OS SEUS HÁBITOS
A célebre frase: “Somos um animal de hábitos.” tem toda a razão de ser. Na verdade, nós somos um construto de hábitos. Ao longo da nossa vida vamos instituindo um conjunto de procedimentos, de costumes, formas de pensar, sentir e agir que constituem o nosso reportório comportamental. Uns que nos beneficiam e outros que nos prejudicam. Mas porque razão mantemos os hábitos que nos prejudicam? isto acontece porque alguns dos nossos maus hábitos, apesar de nos causarem alguns transtornos e atrapalharem a nossa vida em algumas áreas, eles comportam em si vários benefícios. Esses benefícios abarcam várias áreas, nomeadamente:
Benefícios emocionais
Benefícios físicos
Benefícios cognitivos
Benefícios situacionais.
É importante saber filtrar positivamente os seus maus hábitos e perceber os benefícios associados. Esses benefícios ou recompensas são os gatilhos que o impulsionam à prática desses comportamentos prejudiciais. Ganhar noção e saber reconhecer o que está na base do grande impulso que você possa ter para comportar-se de uma determinada forma, é primordial para conseguir superar esses comportamentos indesejados.
Que emoções e sentimentos de prazer disparam em você?
Se sensações agradáveis sente no seu corpo?
Que pensamentos positivos surgem?
Que mais-valias sociais lhe permitem obter?
Avalie pormenorizadamente as recompensas associadas aos comportamentos que prejudicam a sua vida e consequentemente a você mesmo, e substitua-os por outros mais adequados, saudáveis e que possam estar alinhados com aquilo que pretende alcançar ou melhorar.

LIBERTE-SE DOS OBSTÁCULOS QUE PRENDEM O SEU POTENCIAL
Para que a melhoria possa ser eficaz, para que consiga melhorar-se a si mesmo e superar as dificuldades da vida é importante libertar-se dos obstáculos criados por você, e que o limitam e impedem de potenciar-se. O medo é um dos principais obstáculos paralisantes. O medo gera ansiedade, que por sua vez coloca a pessoa num estado medroso relativamente ao seu futuro. A ansiedade pode ainda despoletar outros medos, como a medo do fracasso, o medo de passar vergonha, o medo de enfrentar as pessoas, o medo dos desafios. No fundo, a ansiedade quando se torna extrema retira muita da confiança à pessoa que sofre com esse problema. Por vezes, numa tentativa de controlar o seu ambiente a pessoa restringe as suas atividades e igualmente o espaço físico em que se movimenta. Faz isso numa tentativa de controlar o stress gerado pelo medo e pelas possíveis consequências de não ser capaz de ter um desempenho adequado nas mais variadas situações.
Fique atento às pistas que consiga detetar no seu dia a dia que possam indicar os possíveis obstáculos à sua melhoria e à sua superação:
O que é que o afasta de alguns dos seus objetivos?
O que é que você evita fazer, mesmo sabendo que é uma prioridade na sua vida?
Que crenças limitantes têm sabotado o seu sucesso?
Quais são as áreas da sua vida em que você não está sendo tão produtivo como gostaria?
Quais são as críticas depreciativas que faz a você mesmo?
Em que cenários se desculpa?
Em que situações a sua irritabilidade fazem você perder o bom senso?
Tente identificar o que o tem mantido preso nos seus velhos hábitos autosabotadores. Depois de se libertar do passado castrador e de ter verificado que maus hábitos o estão a prejudicar, monotorize-se durante um período considerável (2 ou 3 semanas) e perceba que obstáculos criados por si mesmo o impedem de sair da sua zona de conforto e enfrentar os desafios necessários ao seu progresso e desenvolvimento pessoal.
Alguns obstáculos oriundos da ansiedade e medo prendem-se a questões do foro emocional. Aprofundei este assunto no artigo: Tem ansiedade? Conheça 5 obstáculos que dificultam a sua vida.
Outros obstáculos estão mais relacionados com a interiorizarão de crenças disfuncionais e sabotadoras que limitam o progresso. Aprofundei este assunto no artigo: 10 Obstáculos ao desenvolvimento pessoal.
DEIXE DE QUEIXAR-SE POR TUDO E POR NADA
Todos nós reclamamos ou acabamos por nos queixar de algumas coisas. Na forma mais apurada de reclamar está a defesa dos nossos direitos. Defender os nossos direitos, implica sempre fazer passar a mensagem de desagrado com algo que não está como pretendemos e do qual temos direito. E isso é vantajoso e até assertivo. No entanto, se reclamar se tornou num padrão de olhar o mundo e você desenvolveu uma sensibilidade extrema para olhar para o lado negativo da vida, criando uma forma estreita de ver o mundo, provavelmente transformou-se num criador de problemas. Se acha que se identifica com este padrão de análise das situações que enfrenta na sua vida, é importante ponderar até que ponto isso pode estar a diminuir o seu humor, a aumentar a sua irritabilidade e a aumentar a arrogância e o desdém.
Quando se reclama por tudo e por nada, limita-se o espaço mental para apreciar as coisas boas na vida. Fazemos disparar constantemente o nosso detetor de erros e o nosso corpo reage criando um estado de ser reticente, defensivo e sempre em alerta. Ao criarmos um estado recorrente de alerta e padronizado na análise constante do que pode não estar como desejamos, dispara a reclamação. A reclamação pode ser cortante ao ponto de inibir a responsabilidade da pessoa e promover a mentalidade de vítima. Tudo é culpa de alguém. Tudo podia estar melhor. Tudo devia estar de acordo com a nossa forma de pensar e de fazer as coisas. Certamente esse cenário não é passível de acontecer, e consequentemente o resultado é a percepção de uma discrepância entre aquilo que se desejava ver e aquilo que na realidade se vê. Essa discrepância é avaliada como um erro que a pessoa sente como prejudicial para si, e em reação a isso reclama.
A reclamação por tudo e por nada é uma forma de autosabotagem. A pessoa limita-se a atribuir a responsabilidade daquilo que percebe como estando errado, aos outros, às coisas e às situações. Distorce a realidade do que está a acontecer e perde a oportunidade de debruçar-se sobre uma forma de abordagem alternativa que pudesse ponderar uma solução que dependesse dela.
Dica: Se acha que recorre a este tipo de comportamento, pare, dedique algum do seu tempo a autoavaliar o seu discurso e deixe de fazer autosabotagem .
OPTE POR PENSAMENTOS, PALAVRAS E IMAGENS POSITIVAS
O nosso cérebro trabalha de forma coerente, o nosso cérebro envia informações para o corpo e recebe informações do corpo. Cérebro e corpo influenciam-se reciprocamente numa tentativa de materializar o que os pensamentos, imagens e diálogo interno criam. Pensamentos, palavras e imagens são os veículos de programação de nós mesmos. São as ferramentas que permitem orientar um conjunto de atividades internas (subconscientes) e atividades externas (conjunto de comportamentos e ações conscientes) que facilitam ou dificultam a obtenção dos nossos objetivos. Mas se um dos seus objetivos é melhorar-se e/ou ultrapassar algumas dificuldades e obstáculos na sua vida, é importante que a criação de pensamentos, imagens e palavras possam facilitar a sua melhoria e superação.
Para nos melhorarmos ou para melhorarmos uma situação que necessita da nossa atenção e é prioritária na nossa vida, a chave é saber olhar para nós e ter conciencia do que ativar para que possamos funcionar da melhor forma possível. E este processo é promovido através da aplicação coerente entre o pensamentos positivo, o uso de palavras (afirmações positivas e construtivas) e as imagens (visualização e imagética), também elas positivas e orientadas para a criação de soluções.
Sempre que o seu diálogo interno seja criticamente negativo, que as suas imagens construam cenários catastróficos de fracasso ou medos irracionais, sempre que perceba que está a ativar a sua lista oficial de desculpas que o mandam abaixo e lhe retiram capacidade e ânimo, reoriente o seu foco atencional para uma perspetiva construtiva. Identifique os gatilhos (situações, estados de humor, medos, incertezas, entre outros) que fazem disparar a sua negatividade e oriente a sua atenção para uma abordagem positiva. Mude os pensamentos negativos para pensamentos positivos e implemente o pensamento positivo na sua vida. A construção de uma estrutura mental positiva é promotora do ótimo funcionamento humano.
SUPERE OS VÍCIOS DESTRUTIVOS
Alguns de nós temos maus hábitos que nos prejudicam a vida, tal como referido anteriormente. Por vezes esses hábitos ganham grandes proporções até atingirem o ponto de total descontrole por parte da pessoa e, tornam-se em vícios. Se alguns desses vícios se tornam em dependências físicas (como a dependência das drogas, do alcool, do sexo, do jogo ou outras) a pessoa perde controle sobre algumas áreas da sua vida. Existem outros vícios que não provocam dependência física mas sim dependência psicológica.
Quando se enfrentam problema pessoais ou problemas psicológicos, ficamos vulneráveis à implementação de alguns escapes que possam aliviar a tensão ou a exigência das situações que nos atingem. Temporariamente alguns desses vícios desviam a atenção dos problemas perturbadores e fornecem alguns benefícios, tal como referi anteriormente para os maus hábitos. Essas recompensas são aliciantes, a pessoa sente prazer e por alguns momentos fica arredado do seu estado incapacitante. No entanto, passado algum tempo a pessoa sente o reverso da medalha, instala-se um mal-estar. A pessoa sente o seu problema amplificado e sem total controle. A pessoa sente um descontrolo duplo, não se sente capaz de resolver o problema incial, e sente-se impotente para resolver o problema devastador do vício. A vida entra numa espiral duplamente negativa.
Provavelmente pode não ser o seu caso, mas se for, faça algo por si mesmo. Tome consciência que ultrapassar o seu vício será difícil mas não impossível. Procure ajuda psicológica. Este é um problema terrível que pouco a pouco tem devastado milhares de vidas. Claro que existem vícios mais prejudicais que outros. Ainda assim, independentemente do vício  ou da sua magnitude ou incómodo, a pessoa consome recursos mentais e físicos que poderia estar a utilizar para melhorar-se e superar o problema que despoletou toda a escalada de negatividade.
Para aprofundar o assunto leia: Como superar um vício?

SUPERE OS SEUS FRACASSOS
O fracasso anda de mãos dadas com o sucesso. Portanto, o fracasso faz parte do nosso processo de crescimento e desenvolvimento pessoal. Umas das formas de aprendizagem é por tentativa e erro, logo o fracasso é algo inevitável. O fracasso é uma condição da vida. Não saber lidar com o fracasso ou falha é suprimir e não retirar vantagem desse processo natural de aprendizagem.
Usualmente o fracasso torna-se destrutivo sempre que o interpretamos como uma ataque ao nosso ego. Quando nos sentimos diminuídos, frustrados ou sem valor. Se sente que alguns dos seus fracasso o diminuem, olhe-os como resultados e não como se fizessem parte de si ou daquilo que você representa. Não quero dizer com isto que não deve fazer uma avaliação crítica aquilo que não consegue atingir ou que correu mal na sua vida, nada disso. O que pretendo dizer é que o fracasso não tem de ser necessariamente avaliado como um ataque ao seu ego. Uma forma mais construtiva de avaliar aos fracassos e/ou falhas é através de um distanciamento saudável. Avaliando os seus passos, ações, estratégias e até mesmo algumas das suas atitudes, mas sempre numa perspetiva construtiva. Ou seja, fazer essa avaliação tendo sempre presente o aspeto positivo de superar-se numa próxima oportunidade.
A antítese do fracasso é o perfeccionismo. É o medo do fracasso levado ao extremo, não um fracasso tradicional de não cumprir objetivos de vida, como objetivos pessoais, desportivos ou profissionais, mas sim a obsessão de fracassar consigo mesmo na grande maioria das tarefas que realiza, sejam prioritárias ou não. É como se em tudo que a pessoa faz tivesse de ser “perfeito” e tudo o que faça que seja menor que a suposta perfeição é considerado uma derrota pessoal.
Para aprofundar este tema do perfeccionismo, leia: Perfeccionismo, a importância de saber priorizar
AUMENTE A SUA MOTIVAÇÃO
Motivação, de forma simples quer dizer: ter um motivo para a ação. A nossa motivação não é apenas ter vontade de fazer algo ou de alcançar um determinado objetivo. É muito mais que isso. Termos um motivo para a ação pressupõe termos bem presente o significado que um determinado conjunto de ações ou atividades têm para alcançar o desejado. Se desejamos melhorar-nos e superarmos a nós mesmo ou as vicissitudes da vida, importa perceber que para ativarmos o nosso ótimo funcionamento deveremos utilizar e levar em consideração o maior número de recursos que temos em nós. Desta forma a motivação, para que possa ser potenciada no seu máximo expoente, deverá comportar a utilização dos nossos cinco sentidos. Ou seja, a nossa motivação é uma construção de tudo aquilo que possa puxar por nós, potenciar-nos e maximizar o nosso desempenho nas tarefas que escolhemos fazer para alcançar os sonhos pretendidos.
Ter motivação, é criarmos um estado de ser que nos represente da melhor maneira possível. Esse estado criado por nós deve comportar as emoções, as imagens, as sensações, os cheiros e a noção da experiência que queremos vir a ter. Num estado de ser que contenha todas estas modalidades, ficamos numa situação vantajosa para retirarmos o máximo rendimento e desempenho das nossas ações. O nosso motivo para a ação é composto de todos os elementos disponíveis que queremos experienciar como reforço, como resultado de realizar aquilo que pretendemos. A motivação é no fundo criar um estado de ser em que nos colocamos, antecipando a ideia que temos daquilo que iremos viver aquando do resultado alcançado.
A motivação é composta dos motivos que nos levam a vivenciar antecipadamente pequenos trechos emocionais da nossa experiência futura.
Utilize a sua imaginação para visualizar cenários que julga vir a conseguir alcançar através das ações que está a levar a cabo, seja para melhorar-se ou para superar a situação difícil que está a viver. Nesse exato momento o seu estado de ser será alterado para um estado facilitador, um estado animado de sentimentos, emoções e pensamentos positivos que o irão conduzir ao seu estado de ótimo funcionamento. Você utiliza assim aquilo que os atletas utilizam para se colocarem no seu estado de performance. Tal como um atleta, você promove sua zona ótima de performance. É um estado em que você se eleva a si mesmo potenciando a sua superação. A sua motivação aumentada pode mudar a sua vida para melhor.

CONSTRUA A SUA CONFIANÇA
A confiança é a mãe da eficácia. Não seremos eficazes a menos que tenhamos um grau de certeza que nos permita executarmos algo que cumpra o nosso objetivo. E, ao conseguirmos levar a cabo um conjunto de ações que cumpram o nosso objetivo, podemos dizer que tivemos um comportamento inteligente. Se num estado de dúvida, de medo, de receio de fracassar, de ego abatido e de desânimo instalado nos propusermos a executar algo em que pretendemos vir a ser bem sucedidos, certamente a probabilidade de sucesso será drasticamente reduzida. Posso afirmar que nesse estado não estamos a expressar grande inteligência. E não expressamos inteligência sempre que bloqueamos o acesso aos recursos do nosso organismos (físicos e mentais) que promovam a boa execução de ações, ou seja, sermos eficazes.
Se não se sente confiante na sua vida em geral ou em algo em particular, é primordial que utilize algum do seu tempo para construir autoconfiança. Sem um senso de confiança todos os nossos recursos ficam enfraquecidos. Todo o nosso organismo fica num estado de autosabotagem. Por mais que queiramos fazer algo ou tornar os sonhos em realidade, os nosso esforços irão ser em vão. Para nos melhorarmos temos que acreditar que isso é possível e temos de construir um elevado grau de autoconfiança nas nossas capacidades, habilidades, ações e atitudes.
Para aprofundar o assunto, leia: 3 Passos e 10 formas para construir a sua autoconfiança

VISUALIZE OS SEUS OBJETIVOS
Traçar objetivos, elaborar planos, perspetivar melhorias, pensar o futuro ou ter sonhos, tudo isto beneficia do uso da visualização. A visualização é como um simulador natural da realidade. Tudo acontece na nossa mente e de acordo com as experiências e desejos de cada pessoa. Quando sonhamos acordados utilizamos esse extraordinário simulador da realidade. Esse simulador não permite saber se temos ou não sucesso, mas permite idealizar aquilo que depois podemos vir a materializar.
Dedicarmos algum do nosso tempo à criação de cenários que comportem os nossos objetivos é meio caminho para nos motivarmos a passar uma ideia à prática. Ao mesmo tempo, quanto mais usamos a visualização mais isso nos parece real e contribui para mobilizar os recursos do nosso organismo em função daquilo que nos vai na mente. Como o nosso cérebro não distingue imagens reais de imagens imaginadas, aquilo que se imagina é aceite como real para o nosso cérebro. Se é real para o cérebro é real para o corpo, o que faz com que o nosso estado interno seja alterado para criar um estado de ser que suporte aquilo que estamos a visualizar. De certa forma criamos no nosso organismo a realidade futura que queremos vir a experienciar.
Se acreditarmos que visualizar os objetivos é promotor do nosso ânimo e igualmente mobiliza os nossos recursos físicos e mentais que facilitam a estruturação de ações que nos conduzem aos resultados desejados, certamente isso efetivar-se-á como um beneficio muito significativo.
Dica: Apenas visualizar os objetivos não leva a lugar nenhum, mas se isso facilitar a materialização das ações, certamente a visualização é o processo por onde se deve começar.

NÃO MUDE A SI MESMO, MUDE OS SEUS COMPORTAMENTOS
Provavelmente você está familiarizado com a afirmação: mude-se a si mesmo. Ela tem todo o sentido se nos queremos melhorar e desenvolver ao longo do nosso tempo de vida. Ainda assim focarmo-nos apenas nessa máxima, pode comprovar-se como ineficaz e até contraproducente. Isto porque os seres humanos necessitam de possuir uma apego à sua forma de ser, de gostar de si mesmo e ter um senso de valor das suas características e forma de vida. Como você se sentiria se tivesse um conjunto de pessoas que gostam de si a apontar-lhe defeitos, e a dizerem-lhe que você tem de mudar? Certamente senti-se-ia mal com isso. A probabilidade de você pouco a pouco ficar farto e até aborrecido seria enorme. Eventualmente começaria a evitar essas pessoas ou a ficar ressentido. Esse processo pode acontecer exatamente da mesma forma se nós percepcionarmos a nossa necessidade de mudança dessa forma, como um ataque ao nosso ego e forma de ser e de estar na vida. É como se tivéssemos que renunciar à imagem de nós mesmos.
Ninguém pode ser escravo da sua identidade: quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. – Elliot Gould
Num cenário de autoataque ao ego, o nosso sistema de defesa inato vira-se contra as possibilidades ou iniciativas de mudança numa tentativa de proteger aquilo que nós somos. Por um lado você quer mudar, mas ao mesmo tempo leva a cabo ações e atitudes que fazem sabotagem à mudança. Então, para que a mudança tenha sucesso a estratégia de êxito a adotar é mudar os comportamentos.
Quando focamos a nossa atenção na mudança de algum dos nossos comportamentos que possam estar a prejudicar-nos, ou não sejam adequados ou alinhados com os nossos objetivos de vida, a nossa identidade fica intacta. Não nos percepcionamos como estando a sofrer um ataque à imagem que temos de nós mesmos e consequentemente não temos necessidade de nos protegermos . Desta forma, promovemos um estado de coerência entre os nossos objetivos e a criação de um estado de ser favorável à execução de passos e ações facilitadores da mudança que pretendemos implementar em nós mesmos.
Para implementar qualquer mudança na sua vida que esteja relacionada com a mudança de algo em si mesmo, beneficia do foco ser na mudança dos seus comportamentos ao invés de si mesmo. Ainda que o resultado final seja a mudança de si mesmo, que é isso que se pretende.
A reter: A estratégia de êxito para a mudança de si mesmo é através do foco na mudança dos seus comportamentos indesejados.
No artigo, desapegue-se da sua personalidade: aprenda a desempenhar um papel expliquei o quando é vantajoso sermos flexíveis no nosso pensamento e consequentemente nas nossas características pessoais, para que possamos mais facilmente adequarmo-nos às mudanças ao longo de toda uma vida.  No processo de mudança é importante saber reconhecer as fraquezas, as falhas, os maus hábitos, os vícios, a negatividade e verificar em que é que isso está a prejudicar alguns dos nossos comportamentos, e não nos escondermos atrás de todas essas coisas. É primordial aceitarmos alguns dos nossos “podres” e consequentemente não nos apegarmos a eles nem nos confundirmos com eles.
Se percebermos que não somos a nossa personalidade, nem tão pouco somos apenas os nossos pensamentos ou comportamentos, colocamo-os em vantagem adaptativa à mudança.
A reter: Então quem nós somos enquanto pessoas? Arrisco a dizer que nós somos aquele que pode mudar a si mesmo para melhor. Nós somos a pessoa que tem consciência que comporta em si algumas formas de agir que podem não servir mais, e que tem a capacidade de instituir em si mesmo novas formas de pensar, sentir e agir.

MATERIALIZE OS SEUS SONHOS
Talvez o sonho comum a todos nós seja materializar os nossos próprios sonhos. No entanto, pelo que apresentei anteriormente podemos verificar que muitas são as coisas que podem  funcionar com um obstáculo à realização dos sonhos. Fui dando a noção de que na grande maioria das vezes o maior obstáculo somos nós mesmos. Vai-se instituindo um conjunto de hábitos e formas de ser que, por vezes na hora da mudança comportamental geram conflitos internos que atrapalham os esforços que a pessoa faz para mudar a si mesmo.
Como podemos verificar, existe em nós um conjunto de habilidades, capacidades e recursos que permitem a melhoria de nós mesmos. Quando utilizados e praticados devidamente ajudam à obtenção dos nossos sonhos e objetivos. No entanto todas essas habilidades, capacidades e recursos necessitam de serem materializados através de ações. Sem ação não há materialização, sem ação nada acontece no mundo físico.
A reter: Promova as suas habilidades, as suas virtude e valores. Elimine os seus maus hábitos e implemente novos comportamentos, formas de pensar e de agir sempre que se verifique serem adequados à realização dos seus sonhos.
Invista em si mesmo. Seja o seu maior aliado e lidere-se nos processos de mudança. Mude a sua vida para melhor. Tenha a noção de que existe em si mesmo recursos que quando usados e melhorados promovem a superação dos seus pontos fracos e problemas que possa estar a enfrentar na sua vida. Acredite, melhorando-se a si mesmo numa base regular você irá superar-se sempre que a vida o colocar à prova.
ELEVE-SE
Cada vez que você enfrenta dificuldades na sua vida e sente que o dia a dia se tornou um peso, é provável que o seu stress aumente e que a sua capacidade de resposta seja menor que o impacto causado pelos  problemas que tem. Com isso a acontecer provavelmente você sente-se em baixo. Sente com se transportasse o mundo nas suas costas. Sair desse estado incapacitante pode parecer impossível e doloroso. Sim, acredito que sim e que até possa ter toda a legitimidade para pensar dessa forma. Mas digo-lhe que você tem em si mesmo recursos que podem conduzi-lo a sair desse momento menos bom da sua vida. Se leu até aqui certamente já sabe a que recursos me refiro, e sabe já como pode usá-los a seu favor.
A necessidade de elevar a nós mesmos surge ao longo de uma vida e sempre que atravessamos períodos conturbados. A dificuldade leva-nos a que procuremos em nós forças que até então estavam adormecidas. A dificuldade “obrigada” à promoção da elevação.
Dica: Eleve-se tendo a noção que elevação é a capacidade de conduzir-nos e puxar por nós mesmos.
No entanto se você até nem está num desses momentos conturbados, a elevação pode continuar a fazer sentido. Nos desafios, nos objetivos que estabelecemos e exigem a nossa dedicação. No chegar mais à frente, no desejo de melhoria, elevar-se a si mesmo faz todo o sentido. Na verdade, gera-se a necessidade de antecipar o aprimoramento de determinados recursos que julgamos virem a ser necessários para a exigência das situações ou dos desafios a que nos propomos vir a realizar.
Para melhora-se, superar-se e/ou elevar-se, quer seja pela necessidade de ultrapassar um problema que enfrenta, ou porque estabeleceu a si próprio um desafio exigente, os recursos que tenho vindo a referir podem ajudá-lo. Use-os, promova-os e pratique-os como se fosse um atleta de elite que tem de ultrapassar uma lesão ou que pretende vir a bater um recorde. Pratique, seja disciplinado, motivado, resiliente e tenha a noção que tudo isso depende em larga escala do seu querer. Depende da percepção que tenha ou não das suas potencialidades.
A saber: Nós somos um metaser. Um ser que pode desenvolver a noção de conseguir vir a ser mais do que aquilo que é, aplicando a vontade de elevar-se a si mesmo.

Fonte: http://www.escolapsicologia.com/melhore-se-a-si-mesmo-superando-se/

sexta-feira, novembro 16, 2012

O DIA DA INDEPENDÊNCIA

Podes depender dos teus pais para ter uma cama para dormir, dos bancos para te conceder um empréstimo e comprar uma casa, de um chefe de cozinha para te fazer uma iguaria ou de um transporte que te leve de um ponto ao outro da cidade no tempo que precisas, mas isso é apenas um vislumbre da vida. A vida, no seu todo, são as tuas ideias, o teu projeto, os teus sonhos e a tua missão e não há nada destas coisas, nenhuma mesmo, que dependa de alguém a não ser de ti para a sua consumação. Agora, analisa bem o teu discurso interior, tenta perceber de que forma ainda és influenciado ou manipulado, e por quem, onde se encontra a tua auto-estima e o teu desejo de ser, realmente, feliz. É fundamental que fales contigo, pois existe sempre algo dentro de ti que te quer dizer alguma coisa, que te quer informar como estás tu por dentro. Na dúvida, dá sempre razão a essa voz em detrimento daquelas que te querem possuir, que te querem como um bem delas.
Depender de alguém, das ideias dos outros ou das filosofias das massas, é negar a nossa própria existência, é abdicar totalmente do poder que nos foi concedido à nascença e a mais profunda ingratidão para com a oportunidade que nos foi dada de aqui estar. Como já o disse, cada um de nós é um ser especial e precioso, com responsabilidades pessoais e sociais diferentes de todos os outros. Cada um de nós pode fazer a diferença.

Quantas vezes já deixaste de arriscar porque não to permitiram? Quantas vezes já sonhaste com algo diferente daquilo que te foi imposto ou ensinado e por isso desististe? Quantas vezes foste feliz por depender de algo ou alguém?
Muitas pessoas optam, conscientemente, pela dependência por acharem que a vida se torna mais fácil nesse estado de submissão. Na verdade não lhes é exigido que lutem por nada, por ninguém e, muito menos, por elas. Agora, pergunto eu, que interesse é que isto tem? Esta gente, apesar de respirar e dar ares da sua graça, já morreu e só andam aqui a fazer figura de corpo presente, pois as suas vidas já não são desafiantes. Ser dependente é ter medo de assumir o risco das suas paixões, é a prova de uma tremenda ausência de auto-estima, confiança e amor próprio.

Agora, considero determinante, até para não gerar qualquer tipo de confusão, mencionar um outro aspecto. Uma coisa é depender, outra, bem diferente, é precisar e todos nós, sem excepção, precisamos uns dos outros. Por exemplo, dependo de mim para acabar de escrever este livro, mas não dependo de nenhuma editora para publicá-lo. Preciso que o façam, naturalmente, mas se não for uma, será a outra. Percebes a diferença? Podes ouvir o que te dizem porque estás a precisar de conversar, mas não tens de tomar nada do que ouves como uma verdade tua. Podes precisar da companhia de alguém, mas não tens de depender da presença eterna dessa pessoa.
Dependes de ti. Precisas dos outros.


in "Arrisca-te a Viver", 2012
http://gustavosantosescritor.blogspot.pt/2012/11/o-dia-da-independencia.html

quinta-feira, novembro 15, 2012

quarta-feira, novembro 14, 2012

A CHAMA VIOLETA - OS MESTRES ASCENCIONADOS: EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS COM A CHAMA TRINA

A CHAMA VIOLETA - OS MESTRES ASCENCIONADOS: EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS COM A CHAMA TRINA:  

Exercícios com a Chama Trina

Para facilitar a visualização, antes de iniciar o exercício você pode acender fisicamente 3 velas coloridas, nas cores dos raios da Chama Trina, de forma que possa ver a vela à sua frente durante a prática do exercício.

Sente-se ou deite-se numa posição relaxada.
Procure fazer com que sua mente fique em “estado de papel em branco”.
Visualize que seu corpo está sendo banhado por uma brilhante luz branca muito intensa e tranquilizadora, deixando-o mais e mais relaxado, mais e mais leve.
Visualize agora a Chama Trina ardendo dentro do seu coração, no interior de um cálice ou então no formato de uma flor tríplice.
Visualize nitidamente cada uma das três chamas da Chama Trina ardendo e vibrando como a chama de uma vela.
Elas ardem mas não queimam.
Visualize uma Chama Trina grande em profunda expansão... sinta-se imerso nela e que cada um de seus raios, brilhantes e luminosos, está ativando as diversas partes do seu corpo.

Rosa
Através da Chama Rosa expande-se o Amor Universal.
Com sua expansão você sentirá uma imensa alegria e vontade de abraçar o mundo.
Deixe que essa chama inunde por completo todas as células do seu corpo.
Visualize cada órgão do seu corpo sendo penetrado e envolvido pela Chama Rosa.
Desperte sua condição de ser amoroso e equilibre com isso a dualidade feminina e masculina.
Permita que o Amor Incondicional da consciência Crística se manifeste dentro do seu coração e que se expanda para todo o seu corpo.
Procure integrar-se com todos os móveis, plantas, minerais, tudo o que o cerca, assim você estará ativando sua capacidade de percepção extrasensorial através do Amor e sua conexão com as linhas geopáticas positivas do planeta.
Nesta visualização você estará ativando sua ligação com a mãe Terra e com os Mestres Ascensionado, nossos Irmãos da Luz.

Dourado
Depois de expandir a Chama Rosa, faça o mesmo com a Chama Dourada.
Visualize todo o seu corpo imerso nesta chama.
Isso que trará à sua consciência e aos seus corpos sutis, a sabedoria contida no registro akáshico (que é uma espécie de arquivo que contém todo os registos de todos os acontecimentos do universo).
Esta chama abre os portais de acesso aos seus registros, inclusive de vidas passadas, além de abrir o caminho ao conhecimento do seu Eu Superior (ou Eu Sou).
Ao mesmo tempo em que visualiza sua imersão na Chama Dourada, sinta-se preenchido pelo Amor Incondicional deixado pela Chama Rosa.
Sinta as qualidades positivas do universo e de tudo que o cerca.
Entenda e sinta que você é um ser espiritual do universo.
Pela ação da Chama Dourada você compreenderá as Leis Superiores que regem o universo e perceberá sua participação nesse contexto.
Você compreenderá qual é a sua verdadeira identidade, além de esclarecer quais são as tarefas que você tem para realizar.
Visualize a Chama Dourada na cor do ouro liquefeito, brilhando intensamente e impregnando todo o seu ser.
Ela é um veiculo transmutador universal, a chama da sabedoria, não apenas do conhecimento racional, ela integra o poder do Cristo em ação.

Azul
Da mesma forma que as anteriores, visualize todo o seu corpo imerso na Chama Azul.
Sinta-se imerso nela.
Esta chama é a expressão do poder de Deus em ação, o poder de agir, de construir e de levar a efeito as energias geradas pelas outras duas chamas.
A Ascensão é feita por qualquer uma das três chamas, mas a Chama Azul fornece a energia necessária para superar e vencer as limitações psíquicas de qualquer espécie.
Esta é a chama do poder construtivo, alinhado com os parâmetros da criação cristica.
Através dela você sentirá profundamente seu potencial e a capacidade de ser uma pessoa útil e positiva para a sociedade.
Sinta-se disponibilizando suas potencialidades a serviço de atividades construtivas em benefício da humanidade, levando o Amor Incondicional e o conhecimento a todos os que precisam dele.
A Chama Azul ajuda a ultrapassar as dificuldades da vida, a enfrentá-las de frente, sem esmorecer ou desviar-se de suas metas.
Ela é a expressão do amado Arcanjo Miguel (também conhecido como Comandante Ashtar Sheran), que com sua espada de luz azul, a espada da justiça, está velando pela humanidade, na Terra e em outros planetas, defendendo os inocentes dos ataques das hostes negativas.
Estimulando a Chama Azul em seu coração, você também poderá utilizar a sua espada da justiça e auxiliar a todos os que precisarem de sua ajuda.

Deixe que as três chamas da Chama Trina tomem conta de seu corpo e se expandam, até formarem um poderoso campo de energia ao redor do seu corpo.
As três chamas ardem simultaneamente mas não se misturam.
Visualize-a iluminando o local onde está fazendo o exercício, o teto, o chão, as paredes, os objetos, tudo.

Una agora a Chama Rosa com a Chama Azul formando a Chama Violeta e visualize-a transmutando suas dificuldades, suas limitações, seus atos, sentimentos e pensamentos negativos.
Neste ponto é recomendável que você faça uma retrospectiva sobre o seu dia, sua conduta, seus relacionamentos, e sua vida em geral.
Se houver algo negativo, ative a Chama Violeta, transmutando as coisas negativas em eventos positivos, impedindo que as energia negativas se expandam em você ou através de você.
Desfaça completamente sentimentos como ressentimento, inveja, mágoa, ódio ou rancor com a Chama Violeta. Elimine também as imagens de atitudes negativas que eventualmente tenha expressado.
A gloriosa Chama Violeta é a expressão do amado Mestre Saint Germain, o Avatar de nossa Era.
Faça isso num sistema de retrocesso de imagens, descriando com a energia da Chama Violeta cada um desses sentimentos, pensamentos e atos.
Enquanto você faz isso, tente permanecer visualizando a Chama Dourada ardendo no topo de sua cabeça.
Deixe que a Chama Dourada, que brilha luminosa sobre a sua cabeça, restabeleça o equilíbrio penetrando e harmonizando todas as situações que foram limpas pela Chama Violeta.
Isso garante que os processos de requalificação e de transmutação sejam equilibrados, e que aqueles problemas não voltarão a importuná-lo nunca mais.
Lenta e suavemente volte ao seu estado de consciência ativa, deixando que as energias da Chama Trina permaneçam sempre na sua consciência.




Pratique este exercício um vez por dia durante no mínimo sete dias.
Você verificará que vai ocorrer uma sensível melhora em todos os setores de sua vida.
Sua sensibilidade aumentará muito e você vai sentir-se muito mais tranqüilo e amoroso para com a vida.
O exercício pode ser praticado antes de dormir, para requalificar as atividades diárias, ou pela manhã, conforme sua preferência, para preparar-se positivamente para um novo dia.
Esse exercício é muito eficaz e permite uma expansão notável da Chama Trina, além de um rápido crescimento consciencial.
Ele vem sendo usado pelos membros da Fraternidade Branca há muitos anos.
O mais importante neste exercício é que você procure sentir profundamente que suas forças vitais estão sendo resgatadas, que você é um ser espiritual e que suas energias superiores tornam-se cada dia mais presentes e ativas em você.
 

terça-feira, novembro 13, 2012

segunda-feira, novembro 12, 2012

A CHAMA VIOLETA - OS MESTRES ASCENCIONADOS: ATIVAÇÃO DA MISSÃO DA ALMA

A CHAMA VIOLETA - OS MESTRES ASCENCIONADOS: ATIVAÇÃO DA MISSÃO DA ALMA:
Estou sendo guiada a escrever sobre a ativação da Missão da Alma.
Há muitos no planeta Terra fazendo um monte de perguntas sobre as mudanças que vêm chegando para a Terra.
Estas alterações incluem a maneira como a humanidade tem vivido até agora.

Todos os sistemas que têm regido a humanidade não servirão à nova Terra, a menos que sejam formulados no Amor Incondicional.
Com a nossa consciência superior já não teremos de fazer parte dos sistemas obscuros que têm controlado e manipulado a humanidade.
Incluindo cada faceta da forma de vida atual.
Para mim, como walk-in, isso supera a escravidão, o trabalho,os sistemas monetários, a ganância, a falta de bondade para com aqueles que vivem em extrema pobreza em vários continentes ao redor do globo.
Embora esta vida tenha sido escolhida para experimentar essas coisas, essa configuração não é mais necessária.

A ativação da sua missão de alma o impulsionará, mas isso exige coragem para ativar esta parte de você. Então olhe para trás, 6 meses ou 1 ano, e pensará NOSSA como é que eu fui tão longe?
É porque, queridos, vocês pediram.
Eu os aconselho completamente a continuarem pedindo, continuamente solicitem para que aqueles com os quais vocês necessitem se conectar e interagir, alcancem seu espaço.
Eu sei que não tenho paciência, porque eu não me sinto bem no tempo linear.
O futuro que eu vejo está ali, para mim deveria estar aqui agora.
Então, eu sugiro que vocês aprendam a aceitar em SINCRONIZAÇÂO DIVINA as coisas que precisam acontecer para que estejam onde querem estar.

Parte dessa missão é a de aprender a arte da manifestação no centro do coração.

Essa responsabilidade é também sobre a aceitação da sua vida e onde estão no momento presente.
Existe uma lei espiritual antiga que afirma que se você não pedir, não receberá nada. Isto aplica-se AGORA.
É sempre uma boa idéia “PEDIR MEUS SEGUINTES PASSOS”.
Às vezes me sinto presa, então eu percebo que não pedi por meus próximos passos para me ajudar.
Então peçam.
Peçam a ajuda de que necessitam.
Freqüentemente e a TODO tempo.

As Dimensões Superiores estão aqui, estão dispostas e podem orientá-los com amor, mas agora me dizem que se você não pedir, nada acontecerá.
Então sentem-se e peçam.
Isso depende inteiramente de você com sua livre escolha em ouvir ou não o seu coração com a resposta que ele lhe trará, o coração irá dizer alto e claro com um sentimento dentro de si o que é certo ou não para você.
Assim eu recomendo-o a "sentir" a vibração.
A Nova Terra não será como é agora.
Eu tenho uma visão clara desta nova Terra, e enquanto eu estou no limite das suas praias tranqüilas e nado com os golfinhos e um companheiro de alma, posso sentir a alegria, paz, amor e harmonia que emana da nossa Nova Terra.
Esta será a casa para muitos de nós por um longo tempo, e temos de reconstruir as comunidades, com a ajuda da Federação Galáctica e seres de luz que estão agora em nossos céus à espera para ajudar-nos após o primeiro contato.

Há muito a esperar na nossa Nova Terra, embora agora pareça que não há nenhuma mudança.
Mas sim há, e pode ser sentida com o coração.

Em seguida vocês poderão ler a canalização para a ativação da missão da Alma.

*******

CANALIZAÇÃO SOBRE A ATIVAÇÃO DA MISSÃO DA ALMA
Canalizado por Liat Nava Aliya ©

10 de janeiro de 2007

Saudações Amados,

Nós somos o conselho de luz da Cidade de Luz Andrômeda.


E este é o Mestre Ascenso Abu Myra ao seu serviço.

Esta noite canalizaremos sobre a Ativação da Missão de sua Alma.

Esta é uma parte indispensável do processo de ascensão no planeta Terra, e não há tempo a perder.
Atualmente, os grandes volumes de energia que entram no planeta aumentam e elevam extremamente a vibração deste planeta, e vocês estão se sentindo um pouco agitados e inquietos, e há muitas emoções que estão vindo à tona.

Existem muitas canalizações que os aconselham a trabalhar com estas situações emocionais, mas nós os aconselhamos a não perder mais tempo nesse tema.
Isso apenas aumentará mais a sua dor emocional.
Essa ativação da missão de sua alma é parte da Nova Terra.
Bem, todos vocês têm desejo no nível da alma de ver esta Nova Terra.
E muitos de vocês mudarão não só os seus empregos, mas também os lugares onde vivem.
Pois as vibrações destes já não lhes servem mais.
E sentirão isso no nível do coração, e seu coração dirá: "isso não é mais para mim”, e é por isso que lhes aconselhamos a olharem para dentro de seus corações, pois será a única maneira de operar nesta alta energia.

E pedimos para irem até o templo da luz e do som e colocarem-se na plataforma de luz dourada no centro deste templo de luz e som.
E sobre vocês está uma linda bola de cristal de luz e, agora, lhes pedimos para convidar todos os seus guias, todos os seus anjos, e qualquer outro ser de luz que desejam que participe desta cerimônia, para ficar ao redor e ajudá-los neste processo chamado de ativação da missão de sua alma.
Para aqueles de vocês que ficam no planeta Terra neste momento, esta é uma parte importante de sua viagem.
Pois muitos de vocês receberão suas missões e farão um tipo totalmente diferente de trabalho do que fazem agora.
Talvez estejam trabalhando para um banco, ou estejam fazendo algo não muito importante de que realmente não gostam.
Agora é a hora para que todos os que vão para a Nova Terra recebam a sua Missão de Alma.
Isto não incluirá somente o trabalho que farão com a terra e com a ascensão e sua própria ascensão, mas também tem a ver com a sua paixão.
Sua paixão é algo profundo dentro de seu coração.
O que amam fazer?
Pintar a natureza, o amor, o amor aos animais, gostam de estar com seus filhos, ensinando o amor, o amor de fazer as coisas.
Estas são todas as coisas importantes em seu coração.

Agora é a hora da verdade.
E é tempo de falar e de viver a sua verdade, o que inclui a paixão que sentem pelas coisas que adoram fazer.
É uma falácia que tenham que trabalhar 8 horas por dia com 1 hora para o almoço.
Isto é parte de um sistema antigo que já não se aplica.
É parte de um sistema antigo que está desmoronando até começar a virar pó juntamente com todos os sistemas de governo ao redor do planeta, qualquer coisa que exista em nome do sistema está desmoronando.
As estruturas de poder que estão mantendo unidos estes sistemas estão fracassando rapidamente.
Serviram o seu propósito no planeta, mas já não são mais necessários.
A dualidade e a aprendizagem da dualidade destes sistemas se acabaram.
Há muitos que ainda se atém a esses sistemas e essa dualidade mas isso já não é mais necessário.

Então coloquem-se no Templo da Luz e do Som nesta plataforma de luz dourada com a bola de cristal sobre você.
Agora com seus guias e quaisquer outro ser de luz que você gostaria de receber em seu espaço, peça-lhes para que a sua missão da alma seja ativada.
Isso também irá devolver o poder a você.
Pois com a ativação da missão da alma receberão as orientações necessárias de que necessitam para completar sua missão na Terra agora. 


E assim os deixamos, com as bênçãos e a alegria das dimensões superiores, e desde o nosso coração ao seu, vemos esse lindo e maravilhoso processo de ascensão da Terra desenvolvendo-se em um ritmo rápido.
E este é o Mestre Ascenso Abu Myra.

*******
AFIRMAÇÃO PARA A ATIVAÇÃO DA MISSÃO DA ALMA
Por Decreto Divino e através do meu Ser Superior Deus / Deusa, enquanto eu me coloco no Templo da Luz e Som, eu me posiciono na luz dourada da plataforma no centro do Templo – ao meu redor, meus guias, mestres e anjos... (
e quem mais quiser).

Estou sob a esfera de cristal de luz e permito que a luz deste cristal permeie meu ser em todos os níveis para ativar completamente a missão de minha alma em minha vida agora.

Conecto completamente meu ser com as GRADES superiores de luz, e sou desconectado de todas as energias de baixa vibração, e matrizes que já não servem mais para o meu propósito.

Eu dou permissão total para meus professores, guias, anjos e Seres de Luz que estão trabalhando comigo a lembrarem-me constantemente esta missão.
Peço também para que quando eu me sinta bloqueado, me enviem guia EXTRA para que eu possa continuar.

Tomo toda a responsabilidade para mim, e peço para ser guiado constantemente pelo caminho certo em direção à missão de minha alma. E assim é.
ESTOU ATIVADO

*******

* Feliz Ativação!

Porque eu fiz e funciona.
Tenham paciência e não se esqueçam de pedir.

 
** Copyright © Liat Nava Aliya. Traduzido com a permissão de Liat Nava Aliya.
Este material pode mover-se livremente sempre que apropriado, dado todo o crédito, mencione o site e não seja cobrado pela mensagem.

Tradução para português: Graziela Lima graziela_lima@yahoo.com.brSite em Inglês: www.aboutheheart.org.za


http://anjodeluz.net/ativacao_missao_alma.htm