sábado, maio 29, 2010

O QUE TEMOS A APRENDER COM CADA SITUAÇÃO?

O QUE TEMOS A APRENDER COM CADA SITUAÇÃO? (Fernanda Lopes de Luzia)


Afinal, porque a vida nos apresenta às pessoas? O que temos que aprender com cada uma delas?



Em muitas fases de nossa vida nos consideramos SUPERIORES aos outros.



É difícil aceitar essa questão, porque mexemos num ponto que dói em muita gente: EGO.



Estamos acostumados a rotular os outros conforme as atitudes que tem para conosco. E vamos selecionando as pessoas que "nos servem". Se essa nos satisfaz, permanece conosco. Se não satisfaz, não serve mais! Na verdade perdemos a oportunidade de entrarmos na essência dos outros e verdadeiramente sermos aprendizes de todas as situações e todas as pessoas. Eu disse TODAS. Isso nao significa que você terá os mesmos professores a cada ano. Significa que você pode aprender bem a matéria para conhecer novos professores.



Eu gostaria de sugerir que nesse instante, você e eu descessemos do salto. Esquecessemos de pensar que cuidamos de alguem e de que alguem precisa de nós ou que ensinamos ou mostramos o caminho a alguém... Esqueçamos!!! !!!



Neste momento somos então apenas ALUNOS.



Nossa missão então passa a ser APRENDER!!!!



O que sua família tem a ensinar pra você? Se você não tem mais fisicamente algum ente com você, também pense sobre isso, neste instante. Traga-o a sua mente. O que ele tinha a ensinar a você que você não compreendeu?



A maioria das pessoas que lê este artigo talvez não seja um juiz (na parte advocacia), mas com certeza é juiz na vida. Somos tendenciosos a sermos juizes. Nós julgamos as pessoas conforme o nosso póprio orgulho. Nossas mágoas começam no famoso orgulho ferido.



Aquele alguém que não nos atendeu como deveria.....



Cheios de expectativas e fantasias sobre nossos relacionamentos, sejam eles familiares, afetivos, com amigos, no trabalho.... nós criamos insatisfações frequentes e separações em todos os níveis. Você pode até conviver com alguem, mas sentir-se isolado dele. Isso acontece com você? E porque acontece?



Acontece porque não estamos dispostos por vezes a enxergar as coisas e as pessoas como são, e sim com os nossos olhos críticos e ilusórios. Assim não podemos mesmo aprender a matéria. Assim não podemos mesmo evoluir.



Virão sim novos professores e a vida nos surpreenderá fazendo com que voltemos a aprender as mesmas coisas que ainda não assimilamos.



É sim, repetência.



Repetimos a lição até aprendê-la.



Se tiramos as máscaras dos olhos, que são nossas defesas podemos enxergar o outro como é, não como esperamos que ele seja!



Podemos entender que a aula sobre IRRITAÇÃO por exemplo (sobre o que causa irritação em você) é na verdade uma das mais difíceis.... porque a maior parte do tempo você pensa que o professor age errado..... e não percebe que ele só esta mostrando a você o quanto você é sim IRRITADO. Você passa na lição quando acha sua serenidade no momento da tempestade.



Agradeça seus mestres no caminho por tudo o que eles lhe ensinam.



Agradeça a quem lhe despertou sua força e a quem ensinou-lhe a fazer isso por si mesmo.



Sabedoria na vida é ter humildade.



É reconhecer que os "círculos" que frequentamos são todos escolas.



Que não precisamos provar o quanto sabemos. Isso é tolice.



A grande jogada é aprender a aprender. Parece estranha a frase, mas é isso o que precisamos.



Aprender como assimilar o que o outro tem de melhor. Aprender que não existe o feio e o bonito de cada um. Afinal estamos todos num mesmo barco.



Sábio Jesus Cristo já diria: "QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA, AQUELE QUE NUNCA ERROU"



Sou uma extensão do outro, ele por vezes é só um espelho onde posso me ver, ver minhas fraquezas despertadas e através delas crescer.



Eu só posso crescer, afinal, se reconheço as ervas daninhas em meu jardim. Assim, eu posso florir junto.



Aproxime-se de seus professores, escute-os.


Fonte desconhecida

1 comentário:

Lilah disse...

Adorei o texto.
Dizem que os outros são espelhos de nós mesmos. Ou seja, vemos nos outros os nossos próprios defeitos e falhas.
Então... aprender a olhar com carinho o que não nos agrada nos outros é aprender a olhar para nosso mais profundo eu.
Beijos e flores no teu jardim.