domingo, fevereiro 04, 2007

10 º aniversário da morte da minha 1ª maezinha


Hoje faz 10 anos que a minha vovó morreu, parece impossível, já passaram 10 anos. Vivi a minha vida toda com ela até a sua morte. A morte dela mudou a minha vida por completo, foi como me tivessem tirado o chão debaixo dos meus pés e estive uns bons tempos em queda livre. Tudo mudou, a casa, as regras, a rotina, a atitude minha família em relação a mim (ela era como uma fortaleza a minha volta)... Infelizmente senti-me como um dos escravos de antigamente vestidos de carneirinhos lançados aos leões... O choque foi brutal e muitas emoções negativas se desenvolverem, tendo provavelmente criado grande parte das doenças que tenho hoje, incluindo a fribro. Tenho ultimamente pensado muito nela e tudo o que passou há 10 anos por esta altura. O que foi dito e o que ficou por dizer, por não ter coragem de fazer o que era certo de se fazer. Sentimentos que ficaram guardados debaixo do tapete até hoje,.
Vovó, lamento imenso a gente se ter desentendido poucos meses antes, mas acho que somos pessoas muito diferentes e não conseguimos nos comunicar. Sei que fizeste o melhor que podias para me criar, mesmo não sendo a pessoa mais perfeita deste mundo, mas pelo menos foste umas das pessoas que ficou feliz por eu ter nascido. A historia da tua vida foi como um exemplo de vida para mim e acho que foste uma grande heroina, fazendo-me crescer com uma base mas madura. Injustamente te acusei durante anos de teres me afastado da minha mãe, mas só quando senti na pele mãe que tenho, que compreendi que fizeste o que era certo naquele momento. Infelizmente sou uma pessoa muito fechada, não sabendo demonstrar o meu carinho e o meu agradecimento, mas isso acho que ganhei de ti, e espero que me perdoes da minha insensibilidade que demonstrei nos nossos últimos encontros, porém foi uma defesa minha para conseguir sobreviver. Só espero que esteja muito bem por ai e que descanses muito para a nova vida que te espera, de novo perto de mim ou não... Entretanto a vida passa bem rapido por aqui, pagando o nosso karma, seguindo o nosso caminho. A vida é dura mas é assim a vida. beijos P

1 comentário:

Ana disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.